Pelo tempo do Pequeno Expediente, na sessão ordinária desta quinta-feira, 16, o vereador Sargento Reginauro (sem partido) manifestou apoio à luta pela educação e criticou a gestão municipal. O parlamentar ainda aproveitou sua fala para cobrar do governador Camilo Santana (PT) a nomeação da turma 2 dos bombeiros militares, destacando o deficit no efetivo atual.

“É uma luta legítima e os manifestantes aqui presentes terão sempre o nosso apoio, enquanto professor e cidadão. Um país que pretende avançar em desenvolvimento jamais poderia pensar em qualquer tipo de redução de investimentos na educação e nessa mesma crítica ao Governo Federal precisamos também cobrar da gestão municipal, que até agora ainda está pagando a primeira parcela de 2018 do Fundo destinado à manutenção das nossas Escolas”, ressaltou.

De acordo com o parlamentar, o atraso no pagamento têm ocasionado algumas dificuldades para os gestores municipais. “Esse atraso tem deixado os diretores em situação extremamente difícil, crianças que estão lanchando no chão, professores sem estrutura para trabalhar, laboratórios fechados, com tablets comprados para programas de leitura guardados em armários. A educação precisa ser tratada com muita atenção e sensibilidade se quisermos reverter a tragédia social que vivemos nesse momento de violência e desigualdade social”, apontou.

Sargento Reginauro ainda cobrou do Governo do Estado, a nomeação da turma 2 do Corpo de Bombeiros Militar. “Nós estamos nesse momento com uma turma de mais de 200 homens e mulheres que foram capacitados e treinados com recursos públicos para entrar ao Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará, e estão aguardando a convocação. E ontem lamentavelmente o governador disse aos manifestantes que não tinha o que fazer por eles, sendo que há deficit no efetivo de mais de 50%. Então continuaremos lutando para que esses jovens sejam reconhecidos no seu direito”, destacou.