Ao fazer uso do Pequeno Expediente, na sessão ordinária desta quinta-feira, 8, o vereador Soldado Noelio (PROS) apontou que a tecnologia que vem sendo implantada nos ônibus da capital cearense podem ocasionar a demissão de 4500 cobradores. A iniciativa encontra-se em fase de testes em uma linha de ônibus, desde o dia 29 de outubro e aceita apenas pagamento eletrônico, com vale-transporte, bilhete único ou carteirinha de estudante com crédito. De acordo com o parlamentar, também existe a preocupação com o acúmulo de funções para o motorista.

“Ontem o vereador Evaldo Costa trouxe uma discussão muito importante pois o trabalhador fortalezense está para levar um golpe. Primeiro mudaram o ponto de embarque e desembarque e com isso já estavam preparando o território para demitir mais de 4 mil trabalhadores. É um teste onde os motoristas passam a ter duas atribuições. Sabemos que todo ano tem reajuste de passagem e que eles lucram e lucram alto. É um absurdo imaginar que num cenário de desemprego em que vivemos vejamos tanta gente silenciosa com mais 4500 novos desempregados em Fortaleza.”, criticou.

Foto: Érika Fonseca