Ao fazer uso do Grande Expediente, na sessão ordinária desta quinta-feira, 14, o vereador Idalmir Feitosa (PR) sugeriu a criação de uma Comissão Especial em Defesa dos Direitos da Mulher no Legislativo. De acordo com o parlamentar, além de aderir a campanha do jornal Diário do Nordeste, a Comissão terá como objetivo trabalhar de forma conjunta no combate à violência contra a mulher.

“A violência contra a mulher não é só no Estado do Ceará mas no país como um todo. E quero me reportar aqui exatamente a uma campanha do Diário do Nordeste que quero aderir. Então vou pedir ao presidente da Casa e à presidente da Comissão de Direitos Humanos, Larissa Gaspar que possamos constituir uma Comissão da Câmara Municipal, que não seja apenas a Comissão de Direitos Humanos, mas uma Comissão Especial para que possamos conjuntamente exercitar um trabalho de defesa e de combate à violência contra a mulher”, defendeu o parlamentar.

O parlamentar apontou a necessidade de uma Comissão Especial voltada especificamente para atuar na linha de frente em defesa dos direitos das mulheres. “A partir da prática do entusiasmo é que cada um de nós vamos poder defender a mulher e combater a violência. A partir desta palavra entusiasmo, que significa ter Deus dentro de si, no momento em que nós vereadores e todos nós passarmos a cumprir os nossos deveres com entusiasmo em defesa da mulher, vamos conseguir atingir nossos objetivos”, apontou.

A Comissão poderá ser formada por quatro vereadores, tendo à frente a vereadora Larissa Gaspar (PPL), sugeriu Idalmir. “Juntos com o Diário do Nordeste podemos realizar uma campanha de conscientização, despertando no homem que seu comportamento não deve ser esse, pois um homem que bate em mulher é covarde”, ressaltou.