Entrega de Centro de Educação Infantil e obras na Capital são destaques no Pequeno Expediente

21/02/2024 - Anna Regadas

Rede Cuca, regularização da atuação dos bombeiros civis e falta de segurança foram outros assuntos debatidos no Parlamento.

Os parlamentares Luciano Girão (Progressista), Didi Mangueira (PDT) e Pedro Matos (PL) utilizaram o tempo do Pequeno Expediente, na sessão ordinária desta quarta-feira, 21, para destacar a entrega do Centro de Educação Infantil no bairro Bonsucesso, intervenções preventivas devido a quadra chuvosa e obras nas praças da Capital.

“Ficamos aqui para ver as áreas mais críticas, as que foram alagadas, as que tiveram as pessoas desabrigadas, aonde a gente podia estar ajudando, acionando as autoridades para dar uma assistência. E em alguns locais pudemos ver que as intervenções preventivas da Prefeitura, como a limpeza das galerias, das bocas de lobo e das lagoas, deram mais segurança aos fortalezenses “, apontou Luciano.

“A gente vê que as intervenções da Prefeitura, inclusive com as obras de drenagem, tem diminuído os alagamentos na nossa cidade e falando em obra, hoje o presidente da Câmara, vereador Gardel, que assumiu a Prefeitura de Fortaleza interinamente, está entregando a requalificação do Centro de Educação Infantil do Bonsucesso, uma obra importantíssima, principalmente para crianças daquela comunidade”, afirmou Didi Mangueira.

“Alegria pelo inicio das obras da Vila Pita, que compreendem entre 15 a 16 empreendimentos. São restaurantes, bares, escritórios de profissionais liberais, que ficam ali nas ruas Norvinda Pires e Sabino Pires. Vamos ter piso intertravado, facilitando o acesso de pedestres e tornando o local um polo gastronômico. A Praça Vila Peri, que em breve deve sair do papel e vai ser reestruturada. Também solicitamos a limpeza do canal que fica ali próximo ao Campo Alegre. Além da construção de uma nova pracinha no Vicente Pinzón, ali próximo ao restaurante da Ponto da Moqueca”, afirmou Pedro Matos (PL).

Já vereador Júlio Brizzi (PDT) destacou a importância da rede Cuca para a juventude da periferia de Fortaleza. “Dia 21 de fevereiro marca um programa da cidade de Fortaleza, que é a rede Cuca. O da Barra do Ceará foi o primeiro que foi feito, e depois do Mondubim e Jangurussu formando a rede em um programa que é voltado para atender os jovens da periferia, atender a toda cidade e posteriormente foi entregue o Cuca do José Walter e Cuca Pici e mais o do Vicente Pinzón que deve ficar pronto esse ano. E nosso esforço e trabalho é de conseguir mais recursos para a juventude da periferia, que precisa de cada vez mais de atenção. Fica aqui registrado o meu apoio, apreço e carinho pela Rede Cuca”, declarou.

Vereador Gabriel Aguiar

O vereador Gabriel Aguiar (PSOL) destacou a realização de audiência pública ontem 20, que discutiu a regularização da atuação profissional dos bombeiros civis, no município de Fortaleza. “Queria agradecer a todos presentes, foi um momento rico e exitoso. Temos milhares de bombeiros civis que dedicaram a sua formação e que precisam ter o reconhecimento, pois hoje enfrentam grande dificuldade em ocupar seus postos de trabalho pela falta de normatização”, apontou.

O vereador Dr. Vicente (PT) criticou a extrema direita, pelo posicionamento e pela forma como tem repercutido a fala do presidente Lula sobre a guerra entre Israel e Hamas. “A extrema direita não tem nem um discurso, e fica só colocando fake news nas redes sociais. Sabemos que depois que o Lula assumiu, as coisas melhoraram, o ódio diminuiu. Não é justo uma criança pagar por uma guerra, um prejuízo emocional, financeiro, e para toda a nação que vive naquela região, está sim acontecendo um massacre e genocídio contra o povo da palestina. O que queremos é a paz”, defendeu.

Já o vereador Danilo Lopes (Avante) teceu críticas à Prefeitura de Fortaleza pela cobrança de taxa de lixo. “Ficou determinado que quem pagava PGRS, quem paga uma taxa extra para que os resíduos sólidos sejam coletados, estariam isentos da taxa do lixo, mas agora esse ano começou a ser cobrado, pois houve integração com a SEUMA. E vamos acionar a justiça”, ressaltou.

A Enfermeira Ana Paula (PDT) registrou a situação de alunos da Universidade de Fortaleza, que são beneficiados com o FIES, mas estão impedidos de assistirem as aulas por conta de um erro no sistema.

“Estão há quase um mês sem poder frequentar as aulas, pois a universidade não garantiu o aditamento para esse semestre e não deu nenhuma justificativa para esses alunos. No total são quase mil alunos que estão impedidos de cursar pois a universidade não garantiu a matrícula por conta de um erro no sistema. Vamos cobrar esclarecimentos da Unifor e encaminhar para a justiça e também ao ministro da educação Camilo Santana para que ele tome ciência do que esta acontecendo aqui”, disse.

A vereadora Adriana Nossa Cara (PSOL) registrou denúncia feitas pelos responsáveis dos alunos que estudam em Escola Ambiental no São João do Tauape, próximo ao PIO XII, pela insegurança. ” A gente entrou em contato com o Coronel Holanda e ficou de botar um patrulhamento específico para entrada e saída dos aluno, professores e comunidade escolar e uma patrulha na redondeza”, registrou.

Foto: Érika Fonseca