Conheça os vereadores que integram a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal

01/01/2023 - Ana Clara Cabral

Os membros do colegiado assumiram seus respectivos cargos em cerimônia realizada no gabinete da Presidência. Eles comandarão a Casa durante o biênio 2023-2024.

A nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Fortaleza tomou posse neste domingo, 1º. Os dez membros do colegiado assumiram seus respectivos cargos em cerimônia realizada no gabinete da Presidência, no bairro Luciano Cavalcante. Eles comandarão a Casa durante o biênio 2023-2024. O grupo recebeu o voto favorável dos 43 vereadores, sendo eleito, por unanimidade, no último dia 1º de dezembro. Gardel Rolim (PDT) presidirá o Legislativo Municipal, sucedendo o vereador Antônio Henrique (PDT), eleito deputado estadual no último pleito.

Conheça a composição da nova Mesa Diretora e o perfil de cada vereador eleito:

Presidente: Gardel Rolim (PDT)

Gardel Ferreira Rolim é casado e pai de dois filhos. Foi eleito vereador pela primeira vez em 2016, quando recebeu 5.107 votos. Em 2020, foi reeleito para o seu segundo mandato, obtendo 11.552 votos. Graduado em Fisioterapia pela Faculdade Integrada do Ceará (FIC), é pós-graduado em Gestão Hospitalar. O parlamentar é defensor de uma saúde pública de qualidade, tendo como foco a melhoria no atendimento à população fortalezense, o que inclui a modernização estrutural das unidades hospitalares e a capacitação permanente dos profissionais que nelas atuam.

Uma das prioridades do vereador é a defesa da rede de atenção psicossocial. Ele atuou fortemente para que o primeiro concurso público voltado exclusivamente para a saúde mental se tornasse uma realidade na Capital, ainda na gestão do ex-prefeito Roberto Cláudio, e considera o certame uma grande conquista para os usuários do serviço público de saúde. Defensor do meio ambiente, Gardel também propôs a proibição da queima de resíduos sólidos e de qualquer outro material orgânico ou inorgânico no Município de Fortaleza.

1º Vice-presidente: Paulo Martins (PDT)

Paulo Martins é bacharel em Direito, formado pela Universidade de Fortaleza (Unifor). Assumiu, em 2021, o segundo mandato como vereador de Fortaleza. É casado há oito anos com a arquiteta Karol Martins e tem duas filhas, Júlia e Helena. Sua vida na política teve forte inspiração em seu pai, o médico e ex-vereador Adelmo Martins, que exerceu seis mandatos consecutivos na Câmara Municipal de Fortaleza.

Servidor público estadual desde 2016, Paulo Martins une a carreira na área civil com as reivindicações do Plenário. O vereador busca atender as demandas da população, solicitar melhorias para a cidade e realizar sua profissão com ética. Em seu primeiro mandato (2017-2020), Paulo Martins obteve 8.004 votos. Já em 2020, o vereador foi reeleito com 10.591 votos para atuar no quadriênio de 2021 a 2024.

2ª Vice-presidente: Renan Colares (PDT)

Renan Ehrich Colares, vereador reeleito com 9.523 votos nas eleições de 2020, é formado em Sistemas de Informação pelo Centro Universitário Estácio do Ceará e especialista em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). É casado com Juliana Freires Colares há 3 anos, com quem tem um filho, Miguel, de 2 anos. O parlamentar tem forte atuação na Grande Messejana, trabalhando no acompanhamento da instalação dos equipamentos públicos e na fiscalização das obras que estão sendo realizadas no bairro e no entorno da região.

Sua vida pública se iniciou em 2012, quando se tornou primeiro suplente da Legislatura pelo Partido da Social-Democracia Brasileira (PSDB). Em 2013, assumiu o cargo de secretário-executivo do Planejamento, Orçamento e Gestão da Prefeitura Municipal de Fortaleza. Em 2016, foi eleito o sexto vereador mais votado, com 11.525 votos. Durante o seu primeiro mandato, o vereador apresentou 849 projetos e foi coautor de outros 58. Neste segundo mandato, sua prioridade é promover a Saúde e a Educação, pautando políticas públicas que levem qualidade de vida e desenvolvimento aos fortalezenses.

3º Vice-presidente: Cláudia Gomes (PSDB)

Regina Cláudia Tabosa Ferreira Gomes é natural de Fortaleza. Professora universitária há mais de 15 anos, é mestre em Educação em Saúde pela Unifor (2006), especialista em fisioterapia cardiorrespiratória pela Escola de Saúde Pública do Ceará ESP/CE (2005), graduada em Fisioterapia (2002) e Engenharia Civil (1995), ambas pela Unifor. Cláudia Gomes é casada com o ex-vereador e economista Marcílio Gomes, com quem tem três filhos: Rafael, Matheus e Karol.

Ela ingressou na vida pública em 2012, quando foi eleita vereadora de Fortaleza, com 7.464 votos, pelo PTC. Posteriormente, foi reeleita, no pleito de 2016, com 7.307 votos, pela mesma sigla. Na última eleição, conquistou o terceiro mandato, pelo DEM, com 8.625 votos. Compôs a Mesa Diretora como 2ª secretária no biênio 2015-2016, e como 3ª secretária, no biênio 2017-2018. Presidiu a Frente Parlamentar de Defesa dos Direitos dos Animais, foi presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal e integrou a Comissão de Meio Ambiente.

1º Secretário: Bruno Mesquita (Pros)

Bruno Fernandes Mota é formado em Jornalismo pela Faculdade Integrada do Ceará – FIC (2008) e foi eleito vereador em 2020, obtendo 6.099 votos. Bruno Mesquita, como é conhecido, tem forte atuação nas comunidades dos bairros Riacho Doce, Panamericano, Bela Vista, Demócrito Rocha, Couto Fernandes, Rodolfo Teófilo, Parquelândia e Grande Itaperi.

Pai de Bruno Enzo, criança autista, o vereador defende na Câmara Municipal de Fortaleza o aumento das políticas públicas permanentes para auxiliar as famílias que necessitam de apoio no tratamento dos seus filhos e parentes com Transtorno do Espectro Autisma (TEA). Na Câmara Municipal, Bruno Mesquita apresentou o Projeto de Indicação que prevê a criação dos Núcleos Regionais de Atendimento e Acompanhamento de Pessoas com Transtorno do Espectro Autista (Nuteas) em cada uma das 12 Regionais de Fortaleza.

2º Secretário: Fábio Rubens (PSB)

Fábio Rubens Marques Ramos é natural de Fortaleza, filho de Francisca Marques Ramos e Antônio Valder. É casado com Paloma Medeiros e pai de Artur Júlio. Cursou o Ensino Médio completo e seu primeiro emprego foi como garçom. Trabalhou ainda no setor de eventos e restaurantes e depois atuou como autônomo.

Desde 1996, atua como liderança comunitária no bairro José Walter. Ao longo dos anos, travou diversas lutas para conseguir melhorar a qualidade de vida da comunidade. O papel de líder e a vontade de fazer mais pela população foi o que o fez entrar na vida política. Disputou as eleições em 2004, 2008, 2012, 2016 e 2020, quando conquistou o primeiro mandato como vereador de Fortaleza pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB).

3ª Secretária: Kátia Rodrigues (Cidadania)

Kátia Maria Rodrigues de Sousa é casada com Carlos Eduardo Nascimento Cruz e mãe de três filhos: Nara Jamylle, Luana e Norberto. Avó de quatro netos: Anabelle, Artur, Ravi e Maria Julia, é filha de Seu Tonico e Dona Iolete. Ela cresceu no Bairro Álvaro Weyne, juntamente com seus oito irmãos, e tem forte engajamento na área social. É formada em Serviço Social pela Universidade Paulista (Unip).

Trabalhou como chefe de ações programáticas da Regional VI, atuou no posto de saúde João Hipólito de Azevedo e Sá, no Dias Macedo; foi chefe de serviços urbanos da Regional I e conselheira tutelar por dois mandatos seguidos, concluindo sua última representação em 2015. Foi eleita vereadora pela primeira vez em 2020, pelo Cidadania, com 3.711 votos, e já no primeiro mandato compôs a Mesa Diretora, como 3ª Secretária.

1ª Suplente: Ana Aracapé (PL)

Ana Maria Teixeira Matos de Sousa é natural de Itapajé. Pedagoga, formada pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Ana Aracapé, como é chamada, é casada com João Bosco de Sousa, mãe de três filhos e avó de duas netas. Contribuiu de forma popular na gestão do ex-prefeito de Fortaleza Juraci Magalhães (1990-1992 e 1997-2004). Em 2020, foi eleita com 5.922 votos para seu primeiro mandato na Câmara Municipal de Fortaleza.

Com o trabalho desenvolvido à frente da Associação dos Moradores do Aracapé (ACA), conseguiu que a primeira instituição de ensino fosse erguida na comunidade: a Escola Santo Antônio. Outra luta da vereadora foi a regularização fundiária daquele território. Na proteção dos direitos da mulher, foi autora do Projeto de Indicação Nº 184/2014, que sugere a criação do “Programa de Auxílio Psicológico às Mulheres Vítimas de Crimes de Violência Sexual”.

2º Suplente: Luciano Girão (Progressistas)

Luciano Girão é advogado, graduado pelo Centro Universitário Christus (Unichristus) e estudante de Ciências Atuariais. Eleito vereador de Fortaleza para o primeiro mandato em 2020, ele recebeu 9.857 votos. Membro de uma família com grande atuação política, Luciano é sobrinho do deputado estadual do Ceará, Lucílvio Girão, e do ex-vereador de Fortaleza, Luciram Girão, e irmão do vereador de Maranguape, João Damasceno.

Em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza, foi vice-prefeito (2013-2016), secretário de Turismo, Esporte e Cultura, e atuou como assessor parlamentar. Na Capital, Luciano Girão tem sua base política na região da Sapiranga e Edson Queiroz, dando continuidade aos trabalhos sociais iniciados por Lucilvio Girão, quando este ainda ocupava uma cadeira de vereador de Fortaleza. Na Câmara Municipal, atua para garantir políticas públicas na área da saúde, esporte e direito.

3º Suplente: Estrela Barros (Rede)

Estrela Barros é formada em Serviço Social pela Universidade Paulista (Unip) e mora no Grande Pirambu desde a infância. É casada com José Roberto Araújo Barros e tem três filhos: André Felipe, Gracila da Rocha e Roberto Filho. Engajada em pautas sociais que envolvem moradia, emprego, renda e saúde, atuou como técnica na Secretaria Regional Centro e no Centro de Referência e Assistência Social (Cras) do bairro Bela Vista.

Ao longo dos anos, a vereadora também teve forte participação em ações voltadas à reabilitação de dependentes químicos, à assistência em lares de idosos e à integração de projetos com crianças autistas e com microcefalia. Na Câmara Municipal, a parlamentar tem como foco a atuação em questões sociais voltadas às comunidades com maior vulnerabilidade na Capital, principalmente nas áreas de saúde, habitação e emprego e renda.

Foto: Evilázio Bezerra