Fortaleza contará com Núcleo Multidisciplinar para atender crianças órfãs da pandemia

13/06/2022 - Anna Regadas

Inicialmente o Núcleo vai atender 127 crianças órfãs da pandemia na primeiríssima infância (zero a 3 anos).

Criança Abrigo/Foto: Agência Brasil

Fortaleza vai contar com um Núcleo Multidisciplinar de Atenção Individualizada para atender as crianças que ficaram órfãs em consequência da pandemia da Covid-19. O lançamento da estratégia foi feito pelo prefeito José Sarto (PDT), na manhã desta segunda-feira, 13, durante a abertura da VIII Semana do Bebê.

O Núcleo realizará uma busca ativa na Capital e um diagnóstico multidisciplinar com o objetivo de permitir o cuidado de forma integrada. As crianças serão acompanhadas de forma individualizada por uma equipe composta por representantes de vários órgãos da Prefeitura, e inseridas na rede de assistência, cuidado e proteção do município, de acordo com suas necessidades. A iniciativa vai ser liderada pela Coordenadoria da Primeira Infância, em parceria com outros órgãos.

Inicialmente o Núcleo vai atender 127 crianças órfãs da pandemia na primeiríssima infância (zero a 3 anos), que foram mapeadas, a partir do cruzamento de dados das secretárias da Saúde, Educação e Assistência e da Fundação da Criança e da Família Cidadã (FUNCI).

“Entendemos a urgência de trabalhar para reduzir os impactos da pandemia na vida dessas crianças, e o lançamento do Núcleo Multidisciplinar de Atenção Individualizada possibilita a união de uma força-tarefa para diagnosticar a situação de cada uma das crianças na primeiríssima infância que ficaram órfãs na pandemia da Covid 19 e mobilizar serviços que vão beneficiá-las. É uma estratégia inovadora da Prefeitura de Fortaleza, que em breve pode contemplar outras crianças em situação de vulnerabilidade”, afirmou a secretária Patrícia Macedo, da Coordenadoria Municipal da Primeira Infância.

Foto: Agência Brasil