Câmara conta com medidas de descarte correto dos resíduos sólidos

13/06/2022 - Rochelle Nogueira

O material é destinado à Associação de Catadores Moura Brasil.

Atenta às políticas de tratamento dos resíduos sólidos, a Câmara Municipal de Fortaleza tem implementado, junto ao Departamento de Manutenção, medidas de descarte correto do “lixo” produzido na Casa. O material tem destino certo, a Associação de Catadores Moura Brasil, que quinzenalmente faz a coleta.

A supervisora do Departamento de Manutenção, Marivalda Amorim, ressalta que a ação conta com o apoio dos profissionais da Casa, que diante da mobilização do setor tem contribuído para a geração de renda na Associação Moura Brasil. “A tarefa do departamento de manutenção é fazer a seleção dos papéis e dos plásticos e guardar na na ilha, e o recolhimento desse material é feito pela Associação Moura Brasil”.

A presidente da Associação Moura Brasil, Raquel Nascimento, reforça a necessidade de apoio de instituições na coleta seletiva de resíduos e na destinação para entidades que trabalham com catadores.

Raquel Nascimento conta que tudo começou em 2012, com um grupo de seis catadores que se reuniram com a finalidade de dar um descarte melhor para o lixo produzido pela comunidade. Três anos após seu início o pequeno grupo se transformou em Associação.

“A partir de 2015 nos registramos e o grupo virou Associação. Iniciamos com apenas 6 pessoas e hoje já somos 19, sendo 16 mulheres e 3 homens”, destacou Raquel enfatizando que a parceria com a Câmara Municipal de Fortaleza é de suma importância para os associados.

A presidente ressalta ainda que a Associação Moura Brasil não conta com um galpão próprio, e que todas as doações recebidas precisam ser separadas na Rede de Catadores situada no bairro João XXIII. “Todo material recebido da Câmara Municipal de Fortaleza e de outros parceiros é passado por uma triagem com a separação de papelão, pet, plásticos, ferro e PVC. Todo o recurso com a venda desses materiais se transformam em fonte de renda para os associados”, contou.