Quase 500 mil pessoas estão com a dose da vacina contra Covid-19 atrasada

29/12/2021 - Rochelle Nogueira

Os dados foram anunciados pelo prefeito José Sarto. Segundo o sistema, 198.188 pessoas faltaram o chamamento para a D2 e 293.197 a D3

Vacinação COVID-19 no castelão Data:13.07.2021 Foto: Érika Fonseca

O prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), utilizou as redes sociais no final da noite de terça-feira, 28, para repercutir sobre casos crescentes de pessoas com síndrome gripal na cidade e chamou a atenção para o n´úmero de faltosos nos agendamento da segunda e terceira dose, somando quase 500 mil pessoas. Segundo os dados apresentados pelo gestor, 198.188 pessoas faltaram o chamamento para a D2 e 293.197 na D3.

Na apresentação do balanço da vacinação, o prefeito e a secretária-adjunta, Aline Gouveia, destacaram que dos 2.219.883 fortalezenses vacináveis com idade acima de 12 anos, 80,2% já tomaram a primeira dose, 71,8% a segunda e 17,9% a dose de reforço. O gestor aproveitou a oportunidade e fez um apelo a população para o fechamento do esquema da vacina.

“De pessoas cadastradas, são quase 200 mil que deixaram de tomar a D2, é um número muito expressivo. Já dos cadastrados para tomar a terceira dose, 293 mil pessoas faltaram”, lamentou Sarto Nogueira.

Liberação da terceira dose

Sarto ressaltou ainda que as pessoas que receberam a segunda dose e completaram quatro meses dessa vacinação, estas devem buscar atendimento mesmo que sem agendamento. As pessoas podem buscar atendimento no Centro de Eventos do Ceará.

“Falo aqui como médico e como prefeito, pois nós temos a responsabilidade de preservar vidas. Devemos manter as recomendações das autoridades sanitárias com o uso permanente de máscara sendo obrigatório em locais abertos e fechados. Higienização, distanciamento e evitar aglomeração se faz necessário para a contenção de qualquer doença respiratória”, declarou o prefeito Sarto.

Foto: Érika Fonseca