Cadeira de PVC garante tratamento eficiente em pacientes com restrição de movimentos

29/12/2021 - Rochelle Nogueira

Canos de PVC, algumas conexões e almofadas foram os utensílios utilizados na construção de uma cadeira para pacientes sentarem à beira do leito

O tratamento a pacientes com mais restrições de movimentação, foi a motivação encontrada pela equipe de fisioterapeutas do Hospital Regional do Cariri (HRC), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) administrada pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH). Canos de PVC, algumas conexões e almofadas foram os utensílios utilizados na construção de uma cadeira para pacientes sentarem à beira do leito. O aparato auxilia na fisioterapia de quem está com dificuldades de movimentação.

De acordo com a equipe do hospital, colocar o paciente sentado durante a terapia proporciona melhorias no controle do tronco, na otimização da capacidade funcional, estimula o nível de consciência da pessoa em internamento, facilita o desmame da ventilação mecânica, entre outros benefícios. A técnica já é utilizada em hospitais de grande porte de outros estados do País, como Pernambuco e São Paulo. Prática segura e comprovada cientificamente como eficaz.

“A ideia surgiu a partir do desejo de facilitar o tratamento para pacientes com mais restrições de movimentação”, disse a coordenadora de Fisioterapia do HRC, Suianne Soares ressaltando que na maioria dos casos, é necessário colocar os pacientes sentados, e muitas vezes isso não era possível.

“Tínhamos algumas dificuldades, como a necessidade de um maior número de profissionais para realizar esse tipo de conduta, e algumas vezes a insegurança dos próprios pacientes no momento das transferências. Com a cadeira de sedestação ‘beira-leito’, nós conseguimos otimizar a realização desta conduta que é tão benéfica para o paciente, visto que reduz o tempo de VMI (ventilação mecânica invasiva) e favorece uma reabilitação mais precoce e de forma mais funcional”, enfatiza a coordenadora.

A estratégia de baixo custo foi motivada pelos exemplos de outras unidades de saúde. O grupo de fisioterapeutas foi auxiliado por equipes de engenharia do HRC na construção da cadeira com canos de PVC. A cadeira é leve e pode ser transportada de um leito a outro sempre que haja necessidade. O material utilizado também possibilita a higienização frequente, sem prejuízo para a estrutura. Ao ser utilizada, o fisioterapeuta responsável ainda acrescenta almofadas, que garantem mais conforto ao paciente.

Com informações do Governo do Estado do Ceará.