Fortaleza alcança o 3º lugar entre as capitais brasileiras no acesso à educação

22/10/2021 - Cleonardo Dias

Os dados avaliam os indicadores de resultado educacional, indicadores de insumos e processos educacionais

Alunos em sala de aula - Foto: PMF

O Índice de Oportunidades da Educação Brasileira, que indica as oportunidades educacionais oferecidas para crianças e jovens nos municípios e estados, divulgou essa semana os índices que colocam Fortaleza em 3° lugar entre as capitais com maiores notas em 2021.

A capital cearense registrou índice de 5,3 ficando acima da média do país que é de 5,03. O IOEB engloba dados da Educação Infantil ao Ensino Médio de todas as redes educacionais que estão presentes no município: estadual, municipal e privada.

Para compor o modelo do IOEB, foi observada a relação entre três fatores: indicadores de resultado educacional, indicadores de insumos e processos educacionais e também controle de background familiar.

Em suas rede socias, o prefeito Sarto (PDT) enalteceu o trabalho realizado pelas equipes da educação. “Parabéns a todos os profissionais da educação por este resultado, especialmente, às equipes municipais pela dedicação que faz de Fortaleza uma referência em ensino e qualidade”, disse.

Demais dados da pesquisa IOEB

Ainda segundo o IOEB, o estado do Ceará apresenta 18 municípios entre os 20 brasileiros com maiores notas no Índice de Oportunidades da Educação Brasileira 2021. Os municípios de Sobral e Cruz empataram em 1º lugar na classificação nacional, que abrangeu 5.126 municípios de todo o País.

Destaque ainda para os municípios de Milhã, Ararendá, Itatira, Jijoca de Jericoacoara, Pires Ferreira, Martinópole e Quixeramobim, que se encontram entre a 3ª e a 10ª colocação geral.

Os dados também apontaram o Estado do Ceará com a nota 5,5 conquistando a primeira posição no IOEB entre os estados nordestinos. Na média nacional, aparece em 2º lugar no Brasil, estando atrás apenas de São Paulo.

O IOEB é realizado pela Comunidade Educativa Cedac, com a parceria técnica das consultorias Metas Sociais e Conhecimento Social. A iniciativa tem o apoio do Itaú Social, Instituto Natura, Fundação Roberto Marinho e Instituto Humanize e o apoio institucional do CLP.

Informações: Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado do Ceará

Foto: Prefeitura de Fortaleza