Projeto que cria a política permanente Juventude Digital tem tramitação iniciada na Câmara

15/09/2021 - Marcelo Raulino

O projeto busca capacitar os jovens de Fortaleza, com foco prioritário naqueles oriundos da rede pública de ensino, em competências tecnológicas demandadas pelo mercado de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC)

A Câmara Municipal de Fortaleza recebeu, nesta terça-feira (14), a Mensagem de nº 0053 de 13 de setembro de 2021, de autoria do Executivo Municipal, que Institui o Programa Juventude Digital como Politica Pública Municipal Permanente no Município. O projeto busca capacitar os jovens de Fortaleza, com foco prioritário naqueles oriundos da rede pública de ensino, em competências tecnológicas demandadas pelo mercado de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), de forma a potencializar as oportunidades de emprego e renda para esse publico.

A proposta foi encaminhada para a Comissão Conjunta de Constituição e Justiça; Educação, Ciência e Tecnologia; Cultura, Esporte e Juventude e será apreciada em reunião híbrida a ser realizada nesta quinta-feira, as 8h45min. Após receber parecer, os membros do colegiado apreciam o mesmo para que a proposta possa ser enviada ao plenário. A matéria tramita em regime de urgência.

Para o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Antônio Henrique, a proposta chega em boa hora, principalmente diante das dificuldades na geração de novos negócios, emprego e renda, que afetam diretamente a juventude, em decorrência da pandemia por covid-19. “Esse projeto trará ferramentas para que os jovens possam atuar na atividade que mais cresce no mundo e a que tem criado mais oportunidades que é a digitalização das atividades produtivas”, observa.

De acordo com a Prefeitura de Fortaleza, na justificativa do projeto, em todo o mundo, novos negócios surgem a cada dia nessa área, com geração subsequente de emprego e renda e potencial de transformar profundamente a economia de países, estados e cidades. “Um dos motivadores para a apresentação desse projeto é a notória escassez de profissionais diante de um mercado de tecnologia extremamente aquecido, sendo que esta tendência deve ser uma constante nos próximos anos, tendo em vista a referida transformação digital por qual passa a economia tradicional”, pontua o Executivo na mensagem.

Destaca, que diante disso faz-se necessária a formulação de politicas públicas, como é o caso do Programa Juventude Digital, que proporcionem a inclusão digital e produtiva de jovens, de forma que se conectem com as oportunidades de emprego ofertadas pelo mercado de trabalho na área de tecnologia. O Projeto será coordenado pela Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (CITINOVA). Com a aprovação do projeto, Fortaleza passa a ter, em caráter permanente, uma politica publica estruturada especificamente para essa finalidade, qual seja, de formar e conectar nossos jovens com o crescente mercado de trabalho na área de TIC, gerando, dessa forma, considerável impacto positivo na economia da cidade. O referido programa deve ter como um de seus fundamentos a cooperação com os diversos setores da sociedade.

O projeto

O Programa Juventude Digital passa a ser uma Politica Pública Municipal de caráter permanente, que atuará no fomento a geração de emprego, renda e novos negócios, voltada ao mercado de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e áreas correlatas, por meio da capacitação técnica, fomento a inovação e potenciais parcerias com a iniciativa privada. O Programa tem por objetivos: a inclusão social e digital; a geração de emprego e renda; estimulo a novos negócios; fomento a inovação; fortalecimento do mercado de TIC e desenvolvimento da economia local. O foco principal serão preferencialmente os jovens egressos da escola pública.

O Programa Juventude Digital será coordenado por meio de cooperação entre a Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (CITINOVA), a Secretaria Municipal da Educação (SME), a Coordenadoria Especial de Politicas Públicas de Juventude e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), sem prejuízo de outras instituições que possam participar do programa. Para execução do programa, poderão ser firmadas parcerias com o setor privado e com organizações do terceiro setor para o desenvolvimento das açõess e o alcance dos objetivos do Programa.

Eixos

O Programa está estruturado nos seguintes eixos: Juventude Digital Ensino Fundamental: voltado para os alunos da rede pública municipal de Fortaleza, em caráter opcional no contratumo, proporcionando o desenvolvimento inicial de competências técnicas na área de TIC; Juventude Digital Mercado: direcionado para jovens com ensino médio em curso ou completo, tendo como foco a geração de emprego e renda; Juventude Digital Games: voltado para geração de oportunidades de emprego e renda para o publico interessado na cadeia econômica de jogos digitais.

Foto: Érika Fonseca