Instituições que cuidam de idosos recebem nova colheita da Horta Social

08/06/2021 - Ana Clara Cabral

Nesta terça estão sendo doados 510kg de hortaliças a 7 entidades cadastradas.

Instituições de idosos começaram a receber nesta terça (8) os alimentos da 11ª colheita de 2021 do projeto Horta Social, da Prefeitura de Fortaleza. A ação, articulada pela Coordenadoria de Políticas Públicas para Pessoa Idosa, por meio da Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), tem contribuído para a garantia da segurança alimentar da pessoa idosa, principalmente no período de pandemia da Covid-19.

Estão sendo distribuídos 270 kg de alface, 190 kg de coentro e 50 kg de couve, totalizando 510 kg doados para os seguintes locais: Instituto Mulheres em Ação, o Movimento Gota Solidária, o Abrigo Olavo Bilac, o Lar Torres de Melo, o Lar Santa Bárbara, o Recanto Sagrado Coração e a Associação Regional da Caridade São Vicente de Paulo.

As instituições beneficiadas são cadastradas no Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDPI). Outras entidades que cuidam de idosos e querem participar devem entrar em contato com a coordenação da Horta Social via whatsapp: (85) 98966.0100.

Durante este ano, 53 organizações já foram beneficiadas e 4,497 toneladas de alimentos doadas. Por se tratar de uma ação durante a pandemia, todos os protocolos de segurança estão sendo realizados, contando com a desinfecção dos carros das entidades e de colaboradores do projeto.

Saiba mais sobre a Horta Social

Segundo a SDHDS, o Projeto Horta Social, que faz parte do Programa Fortaleza Cidade Amiga do Idoso, tem contribuído para melhorar a vida de milhares de pessoas idosas em situação de vulnerabilidade social, além de incentivar a agricultura urbana.

No projeto, há produção de hortaliças como couve manteiga, coentro, alface americana e crespa, além de pimentinha de cheiro, tomate cereja, pimentão vermelho, pimentão verde e pimentão amarelo.

Por causa da pandemia, as atividades presenciais dos idosos no projeto estão suspensas. Com isso, as hortaliças produzidas nos locais são doadas para entidades beneficentes.

Nas Hortas Sociais são cultivadas hortaliças 100% orgânicas, em três estufas (duas no Conjunto Ceará e uma na Granja Portugal), de 750 metros quadrados cada, com irrigação automatizada – por gotejamento e plantadas no sistema de vasos (fibra de coco estéril).

Fonte: SDHDS

Foto: PMF