CCJ aprova projeto que sugere a criação de uma central de interprete de Libras nas unidades de saúde para os Surdos

29/03/2021 - Cleonardo Dias

O projeto é de autoria do vereador Paulo Martins.

Na manhã desta segunda-feira, 29, a Comissão de Constituição e Justiça realizou reunião virtual para deliberar sobre 27 projetos em pauta. Dentre eles, Projeto de Indicação 228/19, de autoria do vereador Paulo Martins (PDT), que cria uma central de atendimento aos Surdos com interprete de Libras.

De acordo com o projeto, a Central atenderá ao público com a presença de interprete nos postos de saúde e hospitais do Município. Na justificativa, o parlamentar enalteceu a importância da matéria para assegurar um atendimento mais rápido e eficaz para esse público. “A aprovação desta matéria vai melhorar ainda mais a vida dos fortalezenses que possuem essas necessidades especiais”, pontuou.

Outro projeto apreciado pela CCJ foi o Indicativo nº 115/21, de autoria do presidente Antônio Henrique (PDT), que homenageia o ex-vereador Dr. Iraguassú Teixeira, com a denominação de seu nome ao Centro de Saúde da Floresta, localizado no bairro Álvaro Weyne. O projeto visa enaltecer toda a carreira e serviços prestados pelo ex-vereador Iraguassú Teixeira para a cidade de Fortaleza na política e, principalmente, para o setor da saúde.

Em justificativa de voto favorável a tramitação da matéria, os vereadores Gardel Rolim (PDT) e Ronivaldo (PT), parabenizaram a iniciativa da matéria e enalteceram a vida política e profissional do Dr. Iraguassú Teixeira. “É uma justa homenagem. Dr. Iraguassú trabalhou mais de 30 anos naquele posto de saúde”, disse Gardel Rolim.

Extra pauta

Na reunião da Comissão ainda foram colocados extra pauta o PLO 144/21, de autoria do vereador Bruno Mesquita (PROS) e o indicativo nº 374/21, de autoria do vereador Antônio Henrique (PDT). Já o PLO nº 06/21, do vereador Lúcio Bruno (PDT) e o PLO nº 102/21, do vereador Fábio Rubens (PSB), tiveram pedido de vista. Foi retirado de pauta o projeto de lei 199/20, de autoria do vereador Elpídio Nogueira (PDT). Os demais projetos tiveram parecer favorável pela relatoria.

Imagem: Érika Fonseca