CoronaVac: estudo em crianças e adolescentes revela produção de níveis de anticorpos superiores de adultos e idosos

24/03/2021 - Cleonardo Dias

A eficácia geral da CoronaVac é de 50,38%. Os testes ainda são preliminares (fases I e II) e não dizem respeito à eficácia da vacina nesse público, que só será conhecida nos testes clínicos da fase III

Movimentação de pessoas nas ruas de Fortaleza

A busca por uma vacina cada vez mais eficaz e a imunização em massa tem motivado diversas pesquisas no mundo. Como é o caso do estudo inicial apresentado pelo laboratório chinês Sinovac, responsável pela vacina Coronavac, onde mostra que o imunizante é seguro e capaz de produzir anticorpos em crianças e adolescentes.

Os dados foram apresentados pelo pesquisador da Sinovac, Zeng Gang, a pesquisa revela que os níveis de anticorpos gerados pela CoronaVac em crianças e adolescentes foram maiores que os índices identificados em adultos de 18 a 59 anos e em idosos.

Os testes clínicos foram realizados em 500 pessoas de idade entre 3 e 17 anos. Dividas em dois grupos de estudo, crianças e adolescente receberam duas doses médias ou baixas do imunizante, e até placebo. A dose menor induziu reações de anticorpos favoráveis em crianças de 3 a 11 anos, enquanto a dose média funcionou bem para os jovens de 12 a 17 anos.

O laboratório informa que os testes ainda são preliminares (fases I e II) e não dizem respeito à eficácia da vacina, que só será conhecida nos testes clínicos da fase III. Os testes em estágio avançado da Sinovac no exterior ainda não incluíram menores de idade.

Eficácia da vacina Coronavac

Em janeiro deste ano o Butantan, em parceria com a Sinovac, apresentaram dados sobre a eficácia geral da vacina CoronaVac que é de 50,38%. As pessoas vacinadas que forem infectadas, 78% vão desenvolver apenas sintomas leves sem necessidade de atendimento hospitalar. Nenhum dos vacinados desenvolveu as formas graves da doença, nem necessitou de internação e sem ocorrência de óbitos.

Casos e óbitos entre crianças e adolescentes

De acordo com a plataforma IntegraSUS, da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), desde o início da pandemia 103 crianças e adolescentes de 0 a 19 anos foram vítimas da Covid-19. Já o total de óbitos acumulados em todas as faixas etárias são de 13.048.

Já o número de casos confirmados da doença em crianças e adolescentes cearenses é de 52.151. Deste total, 11.016 casos foram confirmados em Fortaleza.

(Informações IntegraSUS do dia 23/03 às 13h35min)

A Secretaria de Saúde do Estado reforça que as medidas de proteção devem ser mantidas. O distanciamento social, o uso correto da máscara e a higienização constante das mãos são a melhor forma de proteção contra a Covid-19.

Informações: Instituto Butantan, Sesa e IntegraSUS

Foto: Érika Fonseca