Covid-19: Fortaleza segue com baixa transmissão, mas está sujeita a pequenas oscilações

08/09/2020 - Adriana Albuquerque

No fechamento da 36ª Semana Epidemiológica, a cidade soma 47.349 infectados e 3.826 óbitos.

Movimentação de pessoas nas ruas de Fortaleza

Após quase seis meses do registro dos primeiros casos de Coronavírus em Fortaleza, a cautela vem sempre marcando o posicionamento das autoridades de saúde. Com a redução do número de infectados e vítimas da Covid-19, a Capital registra transmissão baixa mas ainda está sujeita a pequenas oscilações.

Em Boletim Epidemiológico, a Secretaria Municipal de Saúde mostra o cenário da doença na cidade, com uma média móvel 80% menor em relação as duas últimas semanas. Segundo Antonio Lima, gerente da Célula de Epidemiológica, Fortaleza registra uma transmissão residual, com 10 casos diário de média móvel. “Esse cenário se repete quando analisamos os óbitos, em que registramos uma média móvel com menos de um óbitos por dia. Um motivo de celebração mas também de cautela e isso nos dá uma tranquilidade para continuar com o plano de flexibilização”, reforça.

Antonio Lima ressalta a política de ampliação da testagem, o que também pode refletir na ampliação do número de casos confirmados. De acordo com o Boletim é importante direcionar os teste para grupos específicos e sintomáticos para o monitoramento de eventuais surtos localizados ou alteração da tendência.

Óbitos por Coronavírus

No documento, o mapa de calor dos óbitos acumulados por COVID-19 sugere que o “evento morte” consistentemente aglomerou-se nos bairros periféricos. O número de mortes, conforme o boletim, continua em trajetória descendente, com aglomerados disseminados pela cidade, formados por poucos óbitos, refletindo a transmissão baixa. Em dados acumulados na 36ª Semana Epidemiológica foram registradas 15 mortes por Covid-19 em Fortaleza.

Em análise de georreferenciamento, os óbitos foram concentrados na Regional IV (6 vítimas) e VI (7 vítimas). No fechamento da matéria os casos confirmados já somavam 47.509.

Foto: Érika Fonseca