Apresentações musicais e humorísticas são liberadas em Fortaleza

08/09/2020 - Cleonardo Dias

Apenas os municípios que estão na 4ª Fase da Retomada da Economia podem voltar com as atividades de músicos e humoristas

Seguindo com o Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais, o Governo do Estado do Ceará liberou o retorno das atividades presenciais dos músicos e humoristas. O novo decreto foi anunciado depois de reunião do Comitê formado por profissionais de Saúde, presidentes do Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa, e Ministério Público Estadual e Federal.

Na ocasião, o governador Camilo Santana destacou que a liberação das atividades presenciais dos músicos e humoristas foi devido a melhoria dos números da doença, porém, solicita a colaboração de todos para continuarem seguindo os protocolos de higienização contra o coronavírus. “Outras demandas continuarão sendo avaliadas pelo Comitê, sempre de forma criteriosa e responsável”, explanou.

Para o cantor e compositor, Paulo Renato, com mais de 30 anos no cenário musical cearense, o momento representa um incentivo para a classe artística que desde o mês de março estão com as atividades paralisadas. “A retomada é positiva tanto para os músicos como para quem acompanha nosso trabalho. O governador com sua equipe teve a sensibilidade de permitir o retorno de nossas atividades. Acredito que se seguirmos todas as normas das autoridades de saúde, as coisas vão voltar ao normal”, disse.

Paulo Renato ainda destacou as dificuldades enfrentadas durante o período em que não podiam exercer suas atividades e as manifestações de apoio de entidades, amigos e órgãos públicos. O artista também ressaltou o papel das “lives” na arrecadação de donativos e ajuda financeira.

Para a volta das atividades de músicos e humoristas, o Governo do Estado reforça a necessidade de continuar seguindo os protocolos de segurança:

  • uso obrigatório de máscara;
  • realização de eventos ao ar livre com lotação máxima de 100 pessoas;
  • distanciamento mínimo de 1,5m a 2m entre as mesas.

Segundo o novo decreto, além de Fortaleza, as macrorregiões de saúde de Sobral, do Sertão Central e do Litoral Leste/Jaguaribe seguem na 4ª Fase. O decreto ainda manteve a macrorregião do Cariri na Fase 3 da retomada da economia.

Foto: Marcos Carmona/Agência Câmara Notícias