Vacina H1N1: crianças, gestantes e pessoas com deficiência estão no grupo prioritário desta semana

11/05/2020 - Ana Clara Cabral

Esta fase está dividida em duas etapas. Veja aqui quais são os grupos prioritários e onde se vacinar.

Vacinação H1N1

A terceira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe (H1N1, H3N2 e Influenza B) tem início nesta segunda-feira (11) no município de Fortaleza e será dividida em duas etapas. Apesar de ainda não existir vacina que previna a Covid-19, a imunização contra a gripe tem como objetivo auxiliar os profissionais de saúde no diagnóstico do novo Coronavírus.

Etapas da terceira fase da vacinação:

1ª etapa: 11 maio a ‪17 de maio‬

  • crianças de seis meses até seis anos de idade;
  • gestantes e puérperas (mães no pós-parto até 45 dias)
  • pessoas com deficiência.

2ª etapa: ‪18 de maio a 5‬ de junho

  • adultos de 55 a 59 anos de idade
  • professores de escolas públicas e privadas.

Ao todo são 113 postos de saúde e 97 escolas municipais da capital cearense disponibilizadas para a imunização. Veja aqui a relação dos locais.

Conforme informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), pessoas que se encaixam em grupos prioritários anteriores ainda podem buscar a vacina nos postos de saúde.

Vacina em domicílio

Caso sejam idosos com mais de 80 anos ou com idade entre 60 e 79 anos que estejam acamados, as vacinas podem ocorrer em domicílio. Para isso, o familiar deve procurar o Posto de Saúde mais próximo para agendar o serviço. Os telefones para contato de cada posto estão disponíveis aqui.

De onde vem a vacina?

De acordo com o Governo Federal, o Ministério da Saúde envia semanalmente os lotes da vacina aos estados, que repassam as remessas aos municípios. A campanha é dividida em fases para que haja controle relacionado aos grupos prioritários, além de não permitir aglomerações na busca pela imunização.

A produção das vacinas é feita pelo laboratório parceiro, o Instituto Butantan, que antecipou um mês sua produção tendo em vista a urgência no combate à Covid-19. A meta para Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe, segundo o Ministério da Saúde, é alcançar pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários.

Em Fortaleza

A campanha ocorre desde 23 de março e já alcançou 447.360 pessoas entre idosos com mais de 60 anos, profissionais da saúde, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas e outras condições especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, população indígena, portuários, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivos.

Fotos: Érika Fonseca