Prefeitura de Fortaleza inicia nesta quarta a entrega de cestas básicas para beneficiários do Bolsa Família e motoristas de transporte individual

27/04/2020 - Marcelo Raulino

O beneficio poderá atingir 100 mil famílias e 14 mil motoristas de transporte individual

Entrega de cestas básicas e máscaras pela prefeitura de Fortaleza aos alunos das escolas municipais

A Prefeitura de Fortaleza inicia, nesta quarta-feira (29), a entrega de cestas básicas, incluindo máscaras de tecido para beneficiários do Programa Bolsa Família que não possuem filhos matriculados nas escolas da rede municipal. Segundo a Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social serão mais de 100 mil famílias beneficiadas com o kit alimentação. Também está previsto para esta quarta a entrega de cestas básicas para 14 mil trabalhadores da área de transporte de passageiros, como taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativos. As pessoas cadastradas serão orientadas ao longo desta semana via mensagem de celular acerca da data, do horário e do local da retirada do benefício.

A inclusão da categoria de motorista por aplicativo no benefício contou com a mediação da Frente Parlamentar de Enfrentamento do Coronavírus, que apresentou a demanda da Associação de Motoristas Privados Individuais de Passageiros (AMPIP) à Prefeitura de Fortaleza. O presidente da AMPIP, Antônio Evangelista, disse que a medida irá beneficiar milhares de famílias afetadas com a redução brusca de passageiros que utilizam aplicativos. Ele destacou que aguarda um comunicado via SMS da Prefeitura sobre os detalhes da entrega das cestas básicas e locais, para comunicar a seus associados.

Para ter direito a cesta básica, a Prefeitura estabeleceu como critério, os mototaxistas cadastrados junto à Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), taxistas (autorizatários, permissionários e substitutos) que estão com carteira válida desde 2019 e motoristas de aplicativos que trabalham por mais de 30h por semana ou acumulado médio de 120 horas por mês, o que caracteriza aqueles que são considerados motoristas exclusivos.

Ao todo poderão ter acesso ao benefício, 1.518 mototaxistas, 5.099 taxistas e 7.800 motoristas de aplicativos. A Prefeitura quer manter o benefício por dois meses. Durante esse período foi suspensa a cobrança e realização de vistoria dos táxis para maio, com reavaliação no mês de junho, atendendo a pedidos do Sindicato dos Taxistas do Ceará (Sinditáxi). O prefeito Roberto Cláudio ressaltou que essas medidas que buscam garantir uma rede de proteção social, econômica e alimentar para os mais vulneráveis estão sendo tomadas dentro dos limites legais e financeiros do Município.

Foto: Érika Fonseca