Sessão Solene presta homenagem ao Dia do Papiloscopista

12/03/2020 - Marcelo Raulino

A Câmara Municipal de Fortaleza realizou Sessão Solene, nesta quinta-feira (12), em alusão ao Dia do Papiloscopista, comemorado no dia 5 de fevereiro. A homenagem foi proposta pelo vereador Dummar Ribeiro (Cidadania), através do requerimento 80/2020, aprovado por unanimidade pelo plenário da Casa Legislativa. A sessão foi presidida pelo autor do requerimento, no ato, representando […]

A Câmara Municipal de Fortaleza realizou Sessão Solene, nesta quinta-feira (12), em alusão ao Dia do Papiloscopista, comemorado no dia 5 de fevereiro. A homenagem foi proposta pelo vereador Dummar Ribeiro (Cidadania), através do requerimento 80/2020, aprovado por unanimidade pelo plenário da Casa Legislativa. A sessão foi presidida pelo autor do requerimento, no ato, representando o presidente da Câmara, Antônio Henrique (PDT). A mesa solene contou com as presenças do chefe do Grupo de Identificação da Polícia Federal, José Hybernon de Olinda Pereira; do perito geral da Polícia Forense, Ricardo Macedo; Laerte Gonçalves Silva; Paulo Harrison Carvalho; Ranna Rebouças Allen Palácio e Felipe Ferreira Moura, presidente da Associação dos Papiloscopistas do Ceará, homenageados da noite.

Em sua saudação aos presentes, o presidente da Associação dos Papiloscopistas do Ceará, Felipe Moura destacou sua satisfação de receber o convite para a solenidade. “Nos sentimos lisonjeados e homenageados. Essa é a primeira vez que somos homenageados por uma Casa Legislativa e ainda bem que veio do nosso amigo Dummar. É uma das profissões mais antigas do Brasil, datada de 1903. Temos 117 anos de atuação no país. Apesar de desconhecido da maioria da população, todo individuo um dia vai precisar de alguma forma dos préstimos do papiloscopista seja na identificação, na investigação de crimes, pelas digitais ou identificação facial. Dizer que é uma profissão que não se desatualiza ou fica ultrapassada pois acompanha a modernidade e a tecnologia, se adaptando a tudo que aparece de novo. Desde novos produtos, aplicação de ferramentas de reconhecimento facial, coleta de digitais por escâner. Hoje vemos os avanços e a valorização maior, com o reconhecimento, por parte do estado. E nós que atuamos nessa área estamos sempre prontos para atender quando somos convocados. Quero no final, destacar nosso trabalho integrado com a Polícia Federal. Recentemente realizamos um curso de papiloscopista em local de crime com a Polícia Federal, é um estreitamento de laços que trará frutos para as duas categorias e para a população brasileira”, ressaltou

Em seguida foram feitas as homenagens da noite com a entrega de um certificado aos seguintes profissionais: Aurimar Santiago Barreto, representada pela senhora Verbena Matos, perita geral adjunta da Polícia Forense; Laerte Gonçalves Silva; Paulo Harrison Medeiros de Carvalho; Ranna Rebouças Allen Palácio; Felipe Ferreira Moura.

Em seguida falou, Ricardo Macedo, perito geral da Polícia Forense, que destacou a homenagem a uma categoria de profissionais que tão bem desempenha suas funções como polícia científica,. “Através do seu trabalho vem trazendo luz e elucidado crimes de repercussão. Quero saudar o vereador Dummar que tão bem representa nossa categoria, a Polícia Cientifica precisa de homens como o vereador Dummar para representar nossa categoria. Esse momento é importante para levar o conhecimento da população a importância do trabalho da Polícia Cientifica e esse é um momento importante para homenagear os profissionais cearenses”, assseverou.

Ele falou da necropapiloscopia, afirmando ser um setor da Pefoce que faz a identificação de todos os cadáveres que dão entrada na Coordenadoria de Medicina Legal. “Ajuda até o próprio estado a ter economia, como o caso de testes de DNA. Quero agradecer a Polícia Federal que vem trabalhando conosco. A Polícia Forense, hoje, é referência a nível ibero-americana, graças a vocês profissionais competentes e engajados. A maior prova disso é a capacidade de cada profissional e a dedicação ao trabalho, como agora vimos recentemente diante do acumulo de serviços que a Pefoce teve, todos, sem exceção de nenhum, ultrapassaram suas cargas horárias”.

Ele reconheceu também o trabalho realizado pelo ex-governador Cid Gomes, que tornou a Pefoce um órgão com independência financeira, passando a ser vinculada da Secretaria de Segurança. “Avançamos muito, Hoje temos uma excelente infraestrutura, mas ainda temos carência de profissionais, mas deixo aqui minha palavra. Estou como perito geral por um período e após cumprir minha missão devo me aposentar após 39 anos de exercício da função, Peço que cada profissional busque o interesse da comunidade e não o pessoal. O que buscamos é a constitucionalização da Polícia Científica” concluiu.

Falou em nome dos homenageados, o papiloscopista Laerte Gonçalves Silva, que estendeu aos colegas de trabalho, a homenagem recebida. “Sem eles que estão comigo nos plantões não conseguiria os resultados obtidos. Estou há 12 anos na Perícia Forense e vejo como uma ferramenta peculiar e essencial para a identificação criminal. Que essa data seja sempre comemorada”, disse. Também se pronunciou Paulo Harrison Medeiros de Carvalho.

Na sua fala, o vereador Dummar ressaltou o papel de cada homenageado no desenvolvimento do trabalho da Pefoce, “Quero parabenizar todos vocês. Foi um prazer, uma honra poder contribuir com um diploma para cada um, com o objetivo de incentivar mais aos senhores a continuar a fazer um trabalho em benefício da própria sociedade. Esse é um momento importante e único também para reivindicar. Eu defendo que tanto o papiloscopista, como o perito e o auxiliar de perícia devam continuar lutando para não sair dos quadros da Polícia Civil do quadro APJ, porque todos nós entramos como policiais. Também querem tirar o porte de arma, o que não é aceitável. Todos nós somos policiais civis”, concluiu.

A profissão

O Papiloscopista e o profissional especializado em individualização humana por meio das impressões digitais, produzidas pelas papilas dérmicas, cujos desenhos são únicos em cada individuo. Não se pode esquecer, também, sua importância na representação facial humana — que engloba retrato falado, representação prosopográfica e projeção de idade e na identificação criminal, na perícia em local de crime, na identificação necropapiloscópica e na manutenção de bancos de dados civil e criminal, assim como na emissão de documentos de identidade. Em pouco mais de um século, a atividade da Papiloscopia passou por mudanças e seus profissionais conquistaram avanços e melhorias que a tornaram essencial dada a importância que exercem em prol da cidadania e da justiça.

Galeria

Fotos: André Lima