Ao fazer uso do Pequeno Expediente, na sessão ordinária desta quarta-feira, 24, o vereador Sargento Reginauro (sem partido) repercutiu a decisão do Conselho Municipal de Saúde de Fortaleza, pela rejeição, por 13 votos a 6, do termo de referência encaminhado pelo Executivo, que permitia a contratação de Organizações Sociais (OS) para a administração de equipamentos públicos de saúde.

“Nós passamos aqui mais de um mês na luta e fazendo o debate acirrado para tentarmos rejeitar o projeto que permitia o Hospital da Mulher ser gerido por uma Organização Social. Há poucos dias trouxe uma moção de repúdio e hoje aqui dou um bom dia feliz pois o Conselho Municipal de Saúde, que tem caráter deliberativo, rejeitou a mensagem do prefeito”, afirmou o parlamentar.

Foto: Érika Fonseca.