Utilizando o tempo da Liderança do Executivo, na tarde desta quinta-feira (22), o vereador Michel Lins (PPS), rebateu questionamentos levantados pelo vereador oposicionista, Márcio Martins, que cobra esclarecimentos sobre o Réveillon 2018 e o alto custo gasto pela Prefeitura de Fortaleza no período.

Segundo Michel Lins, a estrutura do Réveillon de Fortaleza mexe com uma cadeia produtiva em toda a cidade de Fortaleza. “São 52 setores diferentes impactados diretamente com a realização do Réveillon de Fortaleza. Somente no ano passado, a rede hoteleira foi ocupada em cerca de 98%”, atentou o vereador apontando o aumento de turistas na cidade no final do ano devido a festa divulgada em todo o Brasil.

Lins julga desnecessário o pedido do parlamentar que o antecedeu, que pede a diminuição de recursos para a festa de final de ano. “Não pode mais ter recursos para o réveillon, um evento que envolve também o turismo na cidade? Recebemos 1 milhão e trezentas mil pessoas, imagine o sucesso que foi no réveillon do ano passado”, frisou o vereador.

Michel disse já ter trabalhado com eventos e reforçou a importância de ter um artista renomado para que a festa obtenha sucesso e notoriedade. “Um artista de alta performance traz um grande impacto e maior de público ao local”, relatou. Lins ainda citou o desempenho da Prefeitura de Fortaleza e arrecadar cada vez mais recursos privados diminuindo o recurso público na confraternização.

Fotos: Érika Fonseca.