A vereadora Larissa Gaspar (PPL), durante o pequeno expediente da sessão desta quarta-feira (17), falou da utilização de tração animal em transporte de materiais em estabelecimentos comerciais de Fortaleza, principalmente os de material de construção. “Estamos no mês laranja que traz uma conscientização sobre o direito dos animais. A tração animal é algo cruel. Muitos animais morrem por serem submetidos a cargas acima do que suportam. No dia 9 de abril fez dois anos que Fortaleza sancionou uma lei que proíbe esse tipo de coisa, mas que não existe uma fiscalização. Sei que não é má vontade dos fiscais, mas acumulo de trabalho. Vamos fazer uma cobrança firme para que a prefeitura fiscalize todos os estabelecimentos que usam tração animal,” disse.

Segundo ela, existe uma lei que diz não ser permitido o uso de tração animal em estabelecimentos que comercializam material de construção. Disse, no entanto, que apresentou uma nova lei para que a proibição seja em todo e qualquer tipo de estabelecimento. “Vamos acionar a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente para que os estabelecimentos sejam investigados quanto a crimes contra animais. Peço por gentileza ao presidente da Comissão de Meio Ambiente da Casa que coloque o projeto de minha autoria sobre esse assunto para andar pois está há dois anos esperando. Precisamos de uma Fortaleza amiga dos animais, e que os proprietários respeitem os animais” pontuou.

Solidariedade

A vereadora também se solidarizou com os fiscais de Fortaleza, que segundo ela, estão sendo perseguidos por estarem fazendo seu papel de fiscalizar um Hotel. Disse que estão sendo atacados por veículos de comunicação e a proprietária do Hotel não gostou da ação dos mesmos e estão sofrendo represálias por eles estarem cumprindo seu papel, “por isso minha solidariedade aos fiscais de Fortaleza”.

Foto: Érika Fonseca.