Ao fazer uso do Pequeno Expediente, na sessão ordinária desta terça-feira, 9, a vereadora Larissa Gaspar (PPL) destacou a importância do serviço ofertado pelo Governo do Estado, através das quatro unidades do Vapt Vupt, localizadas em Juazeiro, Sobral e Fortaleza (Messejana e Antônio Bezerra). A parlamentar também lamentou a violência sofrida pela proprietária de um bar na Varjota e cobrou das autoridades competentes a devida punição ao agressor.

O Vapt Vupt é uma central de serviços que concentra atendimentos de órgãos como Cagece, Detran, Pefoce, Sine/IDT, TRE e Defensoria Pública. Os cidadãos ainda têm acesso à consulta ao SPC (CDL); à inscrição no Cadastro Único (CadÚnico), que permite a inclusão no programa federal Bolsa Família, além da emissão de carteira de estudante; do documento de identidade, solicitação de seguro-desemprego, entre outros.

De acordo com a parlamentar, as unidades chegaram à marca de 8 milhões de atendimentos. “Queria hoje falar sobre cidadania e destacar o grande trabalho que o Governo vem fazendo na garantia de um direito básico que é o acesso à sua identificação e documento. O Vapt Vupt chegou à marca de mais de 8 milhões de pessoas e esse é um trabalho que temos que divulgar para que as pessoas tenham acesso”, destacou.

Larissa também repercutiu mais um caso de violência contra a mulher no município de Fortaleza e cobrou a devida punição ao agressor. “Destacar mais um caso de violência contra a mulher que não foi repercutido pela imprensa, que foi a agressão de um cliente à proprietária de um bar da Varjota. Ele agrediu fisicamente a proprietária, que ficou toda perfurada e levou uma série de pontos. Temos que acabar com esse pensamento de que os homens são superiores às mulheres. Já pedi toda a atenção da Dra. Rena a esse caso pois esse agressor tem que ser rigorosamente punido. Não vamos nos calar diante da violência contra a mulher”, assegurou.