Pelo tempo do Pequeno Expediente, na sessão ordinária desta quinta-feira, 13, o vereador Iraguassú Filho (PDT) destacou a luta do Terceiro Setor, que através do diálogo com os vereadores conseguiu sensibilizar o prefeito Roberto Cláudio (PDT), em uma das suas reivindicações. De acordo com o vereador, o anúncio sobre a proposta de isenção das taxas de alvarás para as entidades do Terceiro Setor, foi feito ontem pelo prefeito, no Paço Municipal.

“Parabenizar as entidades do Terceiro Setor pela luta. São organizações essenciais para a execução de políticas públicas. São eles que muitas vezes chegam aonde o Poder Público não consegue chegar. Ontem a luta se concretizou com o anúncio do prefeito”, ressaltou.

Reforma da Previdência

Iraguassú também utilizou sua fala para destacar que o relator, deputado federal Samuel Moreira (PSDB-SP) apresentará hoje na Comissão Especial da Câmara dos Deputados, o parecer da reforma da Previdência. Segundo o parlamentar, a expectativa é de que o texto tenha tido algumas alterações em relação a aposentadoria rural, bem como no benefício assistencial a idosos.

Auxílio-doença

O parlamentar ainda repercutiu as mudanças no auxílio-doença, com a Medida Provisória nº 871/2019, de autoria do governo Bolsonaro. “Com essa medida provisória, o brasileiro hoje que ficar doente não terá direito ao auxílio-doença. Só tem direito ao benefício, quem estiver quase morrendo”, criticou Iraguassú.

Foto: Kleber Gonçalves