Ao fazer uso do Pequeno Expediente, na sessão ordinária desta quarta-feira, 13, o vereador Evaldo Lima (PCdoB), apresentou o projeto de lei ordinária 64/2019, de sua autoria, que institui a Medalha Capistrano de Abreu. De acordo com o parlamentar, a comenda tem como objetivo homenagear historiadores e memorialistas que desenvolvem suas atividades profissionais na cidade de Fortaleza. Evaldo pediu o apoio dos pares para aprovação da matéria.

“Está na pauta de hoje uma matéria de nossa autoria que institui a Medalha Capistrano de Abreu e se destina a homenagear os historiadores e memorialistas de Fortaleza. A cidade é um celeiro de talentos e a comenda presta uma homenagem à grande referência da história do Ceará, o Capistrano de Abreu. Nós pedimos o apoio dos parlamentares e a sensibilidade do presidente para aprovarmos esse projeto”.

Nascido em Maranguape, Capistrano Honório de Abreu se tornou um dos maiores historiadores do Brasil, tendo sido o precursor da moderna historiografia brasileira, ao renovar os métodos de investigação e de interpretação historiográfica no Brasil.

De acordo com o projeto de lei, a escolha dos homenageados se dará por uma Comissão formada pelos seguintes membros; um representante da Comissão de Educação, representantes dos professores dos cursos de história da UECE e UFC, um representante da Secretaria Municipal de Cultura, um representante da Associação Nacional de História e um representante da União Nacional dos Estudantes.

Foto: Érika Fonseca.