A Câmara Municipal de Fortaleza realizou nesta sexta-feira, (24), Sessão Solene em alusão às comemorações pela passagem da Semana da Educação. A solenidade foi proposta através do requerimento 083/2019, de autoria do vereador Sargento Reginauro (Sem Partido), aprovado por unanimidade pelo plenário da Casa. A solenidade foi presidida pelo próprio vereador Sargento Reginauro, no ato representando o presidente da CMFor, Antônio Henrique.

A mesa de honra foi composta pelas seguintes personalidades: desembargadora Edith Bringel; deputado estadual Soldado Noelio; professor André Tupinamba da Frota, representando o Instituto dos Cegos do Ceará; Patrícia Ribeiro Feitosa Lima, representando o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE); Vicente Matias Cristino, da Sociedade de Assistência aos Cegos e conselheiro Fiscal da Federação Cearense de Atletismo; Eveline Benevides Gurgel Ferreira, MBI empresarial da Faculdade Estácio e o vereador Márcio Martins (PROS).

O vereador Sargento Reginauro destacou que desde janeiro deste ano, como vereador, vem defendendo todos os segmentos da sociedade, entre eles a Educação. Disse que iniciou na política por sua luta em prol da classe dos militares. Mas em grupos é conhecido como sargento do Corpo de Bombeiros e em outros como ator e diretor de teatro e cinema, mas o que mais lhe envaidece é ser reconhecido como professor. “O que seria a sociedade, de fato, sem a figura do professor e da professora. Estou muito emocionado em ver a participação de tantas pessoas nessa solenidade, a primeira do meu mandato.”

“Descobrir os grandes valores, além dos rótulos e aparências, esse é o diferencial dos grandes mestres. Hoje estão sendo homenageados professores que fizeram parte de minha história e da história da Educação em nossa cidade. Quero agradecer a vocês que acreditam na educação, mas acreditamos que enquanto não mudarmos a lógica dos investimentos, o país não andará. Os países que mudaram suas prioridades conseguiram avançar. Nós precisamos dessa mudança. Falamos de valorização dos profissionais, precisamos ir além dos números e de ver a necessidade de cada professor e de cada criança. Vamos mudar essa história e cobrar uma educação de qualidade,” asseverou.

Em seguida houve a apresentação musical dos alunos do projeto Tocando a Vida, da Estação da Luz, uma organização não governamental que foi idealizada pelo senador Eduardo Girão, com 17 anos de existência, promove a Mostra de Teatro Transcendental. Logo após, o vereador Sargento Reginauro fez a entrega de certificados pela Semana da Educação aos seguintes professores: Maria Aldeíza Gadelha; Antônio Ricardo Catunda de Oliveira; José Maria Bandeira Barbosa; Cláudio Gomes; Socorro Bringel; Vicente Júnior e Luiz Tarcísio de França.

Em nome dos homenageados falou o professor Ricardo Catunda. Ele disse que não há hipótese de se falar em desenvolvimento humano sem o desenvolvimento das pessoas e na educação de qualidade. “A escola precisa encantar, ser viva, ativa, espaço de felicidade, desafio, oportunidade, de criação de criatividade. Hoje os jovens são migrantes digitais. Eu não defendo escola em tempo integral, mas Educação em Tempo Integral, onde sejam preparadas pessoas para a vida”, destacou.

Em seguida, a palavra foi facultada aos demais homenageados. A professora Aldeiza Gadelha disse que é preciso ver as pessoas como elas são e que dentro da escola aprendam para transformar a sociedade. O professor José Maria Bandeira Barbosa destacou que em 50 anos sente que cada vez mais o país precisa de educação, e de professores que se dediquem a transformar vidas.

O professor Cláudio Gomes observou que educar é a arte de dizer o não, pois o sim a todos é cabível. Para ser professor, segundo ele, preciso do tripé; Deus, os amigos e o trabalho. Entrar sempre com alegria na sala de aula e dizer sempre, vamos trabalhar, pois o trabalho dignifica o homem e os alunos que estão ali para aprender. Na semana da educação vemos que o país precisa ainda mais da Educação, o aluno não segue o professor, mas segue seu exemplo,” pontuou.

Já Socorro Bringel falou da honra de receber uma homenagem tão importante e significativa. “É uma vida dedicada a educação, desde a sua base nas séries iniciais até a universidade e atualmente no ensino médio onde me dedico nos últimos 15 anos, o qual me apaixonei com vida e saúde”, pontuou.

O professor Vicente Júnior falou da criação do movimento em 2002, “Enem Fora da escola”. E explicou que quando o Enem surgiu o pensamento de todos é que somente os alunos da escola particular seriam aprovados. “Então fizemos esse movimento e conseguimos reunir numa aula na quadra do CEU cerca de três mil alunos, ai o movimento cresceu, hoje temos politicas públicas que enveredaram na ideia da gente com aulas em todo Ceará. Foi um movimento de professores irmanados. Quero ser grato ao Sargento Reginauro, pois estamos vivendo um momento em que a classe dos professores vem sendo desvalorizada. Magistério vem do latim e quer dizer lugar de pessoas superiores, por isso devemos preservar e respeitar os nossos mestres”, asseverou.

Luiz Tarcísio de França disse que quando falou para seu pai que queria ser professor, ele se assustou e perguntou como ele criaria sua família. “Disse que seria com meu trabalho e com a crença em mim mesmo. Por isso, digo aos alunos, que vocês sejam vocês mesmo e acreditem em vocês, que serão vitoriosos.” A palavra foi facultada também ao deputado Soldado Noelio e ao vereador Márcio Martins.

Dia da Educação

O Dia da Educação é comemorado inicialmente em 28 de abril. A data serve para incentivar e conscientizar a população sobre a importância da educação, seja escolar, social ou familiar, para a construção de valores essenciais na vida em sociedade e do convívio saudável com outros indivíduos.

Fotos: André Lima