A Câmara Municipal de Fortaleza realizou nesta segunda-feira (18) Sessão Solene para a outorga da Medalha Boticário Ferreira ao vereador João Salmito Filho (PDT), atual presidente do Poder Legislativo Municipal. A comenda foi solicitada através do requerimento de número 2806/2017 de autoria do vereador Michel Lins (PPS), subscrito pelos vereadores Adail Junior (PDT) Renan Colares (PDT), Acrísio Sena (PT), Bá (PTC), Dummar Ribeiro (PPS), Maírton Felix (PDT), Soldado Noelio (PROS), Professor Elói (PATRI), Jorge Pinheiro (DC), Dr. Porto (PRTB), Julierme Sena (PROS), Dr. Eron (PP), Cláudia Gomes (PTC), Odécio Carneiro (SD) e Célio Studart (PV), aprovado por unanimidade pela Casa Legislativa.

Sessão foi presidida pelo vereador Adail Junior (PDT) vice-presidente da CMFor. A mesa foi composta pelas seguintes autoridades: Roberto Cláudio, prefeito de Fortaleza; Nelson Martins, secretário-chefe da Casa Civil; deputado Tin Gomes, vice-presidente da Assembleia Legislativa; Edilberto Pontes, presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE); desembargador Fernando Ximenes, representando o Tribunal de Justiça do Ceará; Eduardo Bismark, deputado estadual eleito; vereador Antônio Henrique, presidente da Câmara eleito e o vereador Michel Lins, propositor da comenda.

Em sua saudação ao homenageado e aos presentes, o vereador Michel Lins (PPS) recordou que antes de entrar na política, escutava falar de muitos políticos que admirava e que hoje tem a oportunidade de conviver, e um desses políticos é o presidente Salmito. “Todos nós temos dentro de cada um, a boa energia, aquilo que nos move pra frente e também o que nos move pra baixo e para trás. O que diferencia o líder, é ter a capacidade de respirar na hora que tudo tá pegando fogo. O líder observa tudo a sua volta e tem capacidade de tomar a decisão acertada, não só para sua vida, mas para os que estão no seu entorno. O vereador Salmito é assim, um líder na verdadeira concepção da palavra. Quatro vezes vereador e três como presidente. Na última foi convocado pelos vereadores para assumir, quando a Câmara passava por uma situação difícil em sua imagem,” ressaltou.

De acordo com Michel, hoje Salmito conseguiu tornar a Câmara a mais transparente do Brasil. “Isso é fruto de sua competência e de horas de dedicação. Essa homenagem de hoje é justa. Não pelas leis que ele apresentou, mas por aquilo que ele fez de uma fora geral. Das suas contribuições para a cidade de Fortaleza, e de todo o legado deixado por ele para a Cidade e para a Câmara. Na minha concepção existe o Governo antes e depois de Ciro e Cid Gomes. Quando o Prefeito Roberto Cláudio concluir seu mandato, vai ter uma prefeitura antes e depois dele. Assim como existe uma Câmara, antes e depois de Salmito”, destacou.

O vereador recordou que sua mãe o aconselhou a reconhecer as pessoas enquanto elas ainda estão vivas e próximas. “Eu falei com os vereadores para que pudéssemos reconhecer seu valor ainda como vereador. Todos vereadores, mesmo os que não vieram reconhecem seu valor. O homem é feito por suas atitudes, muito mais por suas palavras. Você pode dizer o que for. As palavras convencem, mas os exemplos arrastam multidões. A Casa hoje é transparente e aberta. Muito obrigado Salmito por deixar uma casa limpa, transparente, como um órgão público deve ser. Quero pedir a todos, para não reconhecerem uma pessoa só quando ela estiver distante, reconheçam as que estão próximas de vocês”, aconselhou.

Após receber a comenda e o certificado da Medalha Boticário Ferreira, o vereador Salmito Filho, fez seus agradecimentos. “Aqui é a casa do Povo, com diferentes pensamentos e ideais. Eu sou encantado do parlamento, que se aproxima muito da sociedade e representa a pluralidade. Sou grato a proposta do vereador Michel Lins. Só pedi para ser depois da eleição estadual e da eleição da Mesa, para que as pessoas não avaliassem a iniciativa de forma errada. Quero aproveitar para agradecer a todos os vereadores, inclusive os que não estão aqui pelo apoio”, frisou.

Ele se dirigiu ao seus familiares citando seu tios que estavam presentes, em especial Walfrido Salmito, ex-superintendente da Sudene, além de primos, primos, irmão, pai e mãe. “Como somos tão pequenos! Somos o que somos com a contribuição de amigos, parentes e ai quero fazer referência aos meus avós maternos e paternos, cada um do seu jeito, lá no sertão, minha mãe foi criada Maria José Vidal Salmito. Grato pelo amor, entusiasmo e o vovô Walfrido, pai do meu pai, desbravador em São Benedito, foi pioneiro em transporte de passageiros do Ceará para Teresina, fundou a Viação Salmito, que vendeu para a Expresso de Luxo e que essa depois vendeu para a Guanabara”.

Asseverou que seu avô veio para Fortaleza década de 40, e aqui formou todos os filhos, ao lado da sua avó Maria. “Meus pais, eu tenho uma grande admiração. Tento avaliar quem é meu pai? Quando atingimos a um grau de maturidade, chegamos a uma conclusão sobre um sentido da vida. Meu pai tem toda uma história de vida que tem a ver com a minha história de vida, ao tentar promover justiça social e a melhoria de vida das pessoas. Meu pai entrou no seminário com 11 anos, saiu como padre ordenado, serviu por mais de 10 anos em diversas paróquias e foi um homem muito à frente do seu tempo. Não existia Vaticano II, pastorais, e ele, na década de 50 foi assistir o culto evangélico, pois era amigo do pastor. Imagine naquela época o vigário ir a um culto, é algo extremamente cristão. Minha querida e amada esposa Jamile, sempre compreensiva, sabe entender as agendas, os compromissos. É uma extraordinária companheira e mãe. Meus filhos Julinha e Salmito Neto a quem tanto amo”, disse.

“Quero também agradecer a minha equipe, a assessoria. A maioria deles está desde o primeiro mandato, que completa em fevereiro 14 anos. Reinaldo (Salmito), além, de assessor qualificado, primo, hoje com o prefeito, se dedicando e se entregando com sua competência e trabalho. Agradecer ao Neto, a Luíza Braga, ao Facó e o Fernando Cordeiro e nesses nomes saúdo a todos os demais, que chegaram no decorrer desses 14 anos”.

Ele cumprimentou os servidores da Câmara, os servidores de carreira, os assessores, lembrando que iniciou na política como assessor. “Era professor da UVA e do Colégio Batista fui chamado para ser assessor de um vereador. Passei a dar aula a noite e fiquei na chefia manhã e tarde. Aqui pude aprender e ver como funcionava o Parlamento e fui logo avisando a ele que seria candidato a vereador”.

Disse que acredita que a política é a principal ferramenta para mudar a realidade.  Entende que não há vida humana sem ser em sociedade, e que não há sociedade sem organização política. E a política, ao seu ver, é o poder que o cidadão encontra para modificar a vida. “O poder é que vai dirigir esse interesse. O poder que cada ser humano recebe através do estudo, para dar encaminhamento a sua vida. “É nesse pensamento que sou apaixonado pela política há 25 anos, seja no grêmio escolar, no Centro Acadêmico da Uece, quando lançamos uma chapa unindo várias tendências, essa é a nossa linha – dialogar. Ouvir a opinião contrária” comentou.

Ressaltou que hoje o Brasil vive um momento de quase intolerância, “não podemos deixar isso ocorrer. É assim que vamos construindo, aprendendo e ensinando e o parlamento é uma grande escola. Vim pra cá e aqui aprendi, não o conceito teórico e técnico, aprendi como é importante ouvir quem pensa diferente e a construir a convergência de acordo com visões diversas e diferentes. Essa é a riqueza do parlamento. Por isso, aqui é o palco democrático do estado democrático de direito.”

Pontuou ainda que o Poder Judiciário tem seu mister é julgar as lides, mas não tem a competência de fazer o debate representando ou em nome da população. O Executivo, segundo ele, tem outra prerrogativa nobilíssima, que é executar as políticas públicas, e modificar a vida das pessoas. “Mas é da natureza do Legislativo o debate, isso previsto pelo Barão de Montesquieu e pela Carta Magna de 1988. Aqui aprendi a divergir, a ouvir a opinião contrária e construir acordos e emendas com a divergência. Isso ai eu levo como extraordinária conquista para minha pessoa e para a formação de minha militância política, além do principal que é servir a população de Fortaleza. Aqui me despeço pois vou para o parlamento estadual”, detalhou.

Finalizando sua fala, o vereador Salmito argumentou que estavam presentes na solenidade vários formadores de opinião, “e independente de termos opiniões diferentes, não vamos desistir da ideia de que nós somos capazes de construir uma realidade melhor. Cada um dá sua contribuição. Eu desejo muito boa sorte ao novo presidente da Câmara, Antônio Henrique e termino dizendo ninguém faz nada só. Quando a gente acerta muita gente contribuiu, quando erra, muitas vezes é porque não ouvimos as pessoas”.

“Muitas vezes aqui na Câmara, eu lembrava de meu pai. Ele liderou uma manifestação para a construção de uma escola pública em Senador Pompeu, porque não tinha. Aqui recebemos de forma democrática muitas manifestações. Quanto mais a Câmara recebe movimentações, mais está cumprindo seu papel e legitimando assim a casa do povo. Muito obrigado! Meu agradecimento a todos vocês. Cada um dos 91 mil votos trouxeram mais responsabilidade para mim para com o povo do Ceará. Temos consciência que o compromisso tem que se honrado. Que Deus nos abençoe! Que vocês, verdadeiramente, tenham um Natal abençoado e um extraordinário 2019, finalizou.

Perfil

João Salmito Filho nasceu em 15 de outubro de 1974, em Fortaleza. Sociólogo e vereador no quarto mandato consecutivo. Iniciou sua atividade política no movimento estudantil no Colégio Cearense e depois na Universidade Estadual do Ceará. Em 1999, tornou-se embaixador da Fundação Rotária em Londres. Aos 23 anos, Salmito começou a lecionar na UFC, no Departamento de Ciências Sociais. Foi ainda professor da UVA e do Colégio Batista. É vereador desde 2005 quando presidiu as Comissões de Legislação e de Educação, tendo sido relator do Plano Diretor de Fortaleza – uma das leis mais importantes para a cidade, disciplinando as regras de urbanismo.

Reeleito vereador em 2008, foi eleito Presidente da Câmara Municipal em 1° de janeiro de 2009. Construiu, junto com a sociedade civil organizada (movimentos sociais, entidades empresariais, universidades e entidades de classe), o “Pacto por Fortaleza – A Cidade que Queremos até 2020”, diagnosticando os problemas da cidade e apresentando soluções concretas. Em 2013, aceitou o desafiou de compor o Poder Executivo, após o convite do Prefeito Roberto Cláudio para conduzir a secretaria de Turismo de Fortaleza (Seífor), quando teve oportunidade de executar importantes obras como a nova Praia do Futuro e a nova Av. Monsenhor Tabosa.

Em 2015, chega à presidência da Câmara Municipal pela segunda vez (2015-2016), e firma um compromisso com os vereadores e a sociedade, de respeito à população, à cultura institucional, à transparência, ao controle interno, com altivez. Votações: 5.886 votos (2004), 7.534 (2008), 9.328 (2012) e 15.551 (2016). Em 2017, foi eleito por aclamação para o terceiro mandato da mesa diretora da Câmara Municipal de Fortaleza (2017/2018). Em seu mandato como presidente do Legislativo Alencarino, o vereador Salmito Filho tem prezado pela transparência e probidade na administração pública, trazendo ainda mais moralidade e credibilidade ao Poder Legislativo. No último ano, um estudo da Fundação Getúlio Vargas mostrou que a Câmara Municipal de Fortaleza como a mais transparente entre as capitais brasileiras, fruto de um trabalho árduo e consistente.