Em Sessão Solene realizada, nesta quinta-feira (07), no Plenário vereador Fausto Arruda, foi concedida a Medalha Boticário Ferreira a Aloísio Vieira Lira Neto, Agente Especial da Polícia Rodoviária Federal, atual titular da Superintendência de Pesquisa e Estrategia de Segurança Pública do Ceará (Supesp). A homenagem foi proposta pela vereadora Marília do Posto (PRP), através do requerimento 5047/2019, aprovado por unanimidade pelo plenário da Casa Legislativa.

A própria vereadora proponente da homenagem presidiu a sessão em nome do presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Antônio Henrique (PDT). A mesa de honra foi composta pelo secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará, delegado André Costa; pelo secretário de Planejamento do Estado, Flávio Jucá; pelo deputado estadual Júlio César, líder do governo na Assembleia Legislativa; pelo presidente do Conselho de Defesa do Policial em Exercício da Função, Ricardo Valente Filho e pelo presidente do Sindicato dos Policiais Civis, Toni Brito.

Em seu pronunciamento de saudação ao homenageado e aos presentes, a vereadora Marília do Posto destacou a importância da comenda, que homenageia o Boticário Ferreira. “Tenho muito orgulho de ser a vereadora do Posto e do Povo, sou de origem humilde e vejo que a periferia é quem mais necessita de segurança pública. O Estado do Ceará, muito bem conduzido pelo nosso governador Camilo, hoje é exemplo para o país ao integrar a Secretaria de Segurança com várias outras áreas do governo e ao inovar, criando em 2018 a Supesp, que tem colaborado de forma integral com outras vinculadas e aos demais órgãos, usando modernas tecnologias, em busca de excelência neste trabalho, porém, ainda o mais importante que a tecnologia, a Supesp tem entre seus quadros, pessoas que conseguem unir a experiência com a academia,” avaliou.

Segundo a vereadora, esse trabalho contribui para que a Segurança Pública do Ceará esteja mais preparada para que o povo precisa. “Diante disso, fiquei muito satisfeita ao saber que a jovem Supesp estava sendo dirigida por um jovem profissional, o homenageado de hoje, Aloísio Lira, um vocacionado para trabalhar na área, que tem demonstrado ser cabra da peste, atuando ao lado do brilhante secretário André Costa, mas também se integrando com todo governo do Estado e dando exemplo para outros estados a medida que ele traz projetos inovadores para a área”, ressaltou.

Marília do Posto fez um paralelo entre o homenageado e o Boticário Ferreira, segundo ela, ambos visionários, cada um em seu tempo. “Enquanto o Boticário criou a planta urbanística da cidade para o futuro, criou a Santa Casa de Misericórdia, o homenageado está a frente de projetos estratégicos para salvar a vida de muitos fortalezenses. O Boticário deixou seu legado material, assim como Aloísio. Como vereadora sabemos que tem muita coisa a ser feita, mas apoio a administração do governador Camilo Santana. Uma das coisas mais importantes que aprendi, foi reconhecer e ser grata. Eu como vereadora tenho o dever de agradecer a todos que tem colaborado como povo fortalezense, bem como na área de segurança,” concluiu.

Após receber a medalha Boticário Ferreira e o certificado da comenda, o homenageado destacou ser uma honra receber a medalha que presta homenagem a um homem probo que deixou um legado que até hoje beneficia os fortalezenses. Ele destacou um pouco de sua luta para entrar na carreira militar: “enquanto muitos ficaram pelo caminho, eu me recusei a desistir e me dediquei a estudar nas áreas de segurança e gestão. Nunca deixei de acreditar. Mas vi que o conhecimento não era suficiente, era preciso encontrar o caminho e pessoas dispostas. Pessoas que acreditavam no sonho e fossem teimosos, como eu”, enfatizou.

Observou que diante das batalhas da vida, teve que engrossar o coro, mas nunca deixei de acreditar. “O caminho é duro, seleto e espinhoso, talvez só minha família saiba as privações que passei. Mas Deus está sempre ao meu lado. Se recebo essa homenagem é porque fui auxiliado por muitas pessoas. Tenho uma grande equipe, que está sendo homenageada através de minha pessoa, Segurança não é para aventureiros, pois cuidamos das pessoas. Fui convidado em 2018 para colaborar com a segurança do Estado, mas não vi que era o momento pois estava em um projeto nacional. Já em 2019, decidi vir por acreditar no Governador Camilo e no secretário André Costa”, comentou

Finalizando suas palavas, ele fez um agradecimento especial a sua família. Asseverou que fazer segurança pública é aliar a arte aos padrões rígidos de conhecimentos e habilidades, é enxergar modelos que fogem dos padrões. “Sempre busquei inspirar as pessoas e quando me perguntam porque eu trabalho demais, digo que é porque as pessoas que querem fazer esse mundo melhor não tiram folga, se quer mudar tem que trabalhar duro. Muito obrigado!” finalizou.

Perfil

Aloísio Vieira Lira Neto, Agente Especial de Polícia Rodoviária Federal, é o atual Superintendente da Superintendência de Pesquisa e Estrategia de Segurança Pública do Ceará (Supesp), órgão vinculado a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará. Possui graduação em Gestão de Segurança Publica pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2011), graduando em Direito pela Universidade Estácio de Sá e está concluindo o curso de especialização em Gestão Integrada da Segurança Pública pela Universidade Sul de Santa Catarina.

Exerceu o cargo Coordenador substituto do Escritório Regional de Gestão Estratégica da Polícia Rodoviária Federal no Ceará, dentre outros diversos cargos de gestão dentro do órgão, com destaque para o cargo de Chefe do Núcleo de Operações Especiais onde desempenhava, dentro do rol de atribuições, a função de estudar e analisar a criminalidade do estado do Ceará e propor ações para redução do crime e da violência. Trabalhou na transição do Governo Federal após as eleições de 2018, grandes eventos como copa do mundo e copa das confederações, coordenou diversas operações enquanto Chefe do Núcleo de Operações Especiais dentre outras atuações e trabalhos em destaque.

Possui curso de Inteligencia e Contrainteligência, cursos de enfrentamento a fraudes veiculares, fiscais, narcotráfico e crimes ambientais. Tem experiência na área de Sociologia, com enfase em violência, criminalidade e Atuação Policial. Desenvolveu a coordenou o Programa SPI – Segurança Pública Integrada que tem como base o conceito de Mobilidade do Crime de sua autoria bem como adaptações de alguns pilares de Guerra Irregular e tecnológicas para subsidiar politicas modernas de segurança pública.

Fotos: André Lima