A Câmara Municipal de Fortaleza realizou, nesta terça-feira (12), Sessão Solene para a entrega do Título de Cidadão de Fortaleza ao Manoel Carlos Neri da Silva, presidente do Conselho Federal de Enfermagem. A homenagem foi proposta pelo vereador Márcio Cruz (PSD), através do Decreto Legislativo 826/2018, aprovado por unanimidade pela Casa Legislativa.

A sessão foi presidida pelo vereador Antônio Henrique (PDT), presidente da CMFor. A mesa solene contou com a presença das seguintes personalidades: Osvaldo Albuquerque, Conselheiro Federal; Ana Paula Brandão, presidente do COREN/CE; Marta Brandão presidente do Sindisaúde e o vereador Márcio Cruz, autor da homenagem.

Em sua saudação ao homenageado e aos presentes, o vereador Márcio Cruz desejou felicitações ao homenageado e solicitou que a presidente do COREN, Ana Paula Brandão fizesse sua saudação a Manoel Carlos, representando a enfermagem cearense. Ela saudou todos os profissionais de enfermagem presentes no ato. Disse que falaria de sua experiência com profissional de ponta, que tem dificuldades de saber o papel do Conselho Regional e do Conselho Federal junto a categoria. “Nós que fazemos a gestão 2018-2020, só conhecemos as especificidades do Conselho em 2017. Tínhamos essa confusão sobre o papel dos conselhos. Mas quando chegamos para dirigi-lo passamos a conhecer e vestir a camisa desse trabalho”, ressaltou.

Ana Paula disse que Manoel Carlos trouxe um olhar diferenciado para o Conselho, “sabemos que não é fácil. Temos que buscar ações que nos proporcionem maior transparência. O maior desafio é levar para os profissionais a valorização, atuando de forma correta, transparente, propiciando o exercício regular da profissão da enfermagem”, pontuou.

A presidente do COREN disse que enxerga Dr Manoel um presidente que atua na articulação, trazendo transparência e altivez para os profissionais. “Essa homenagem é de todos os profissionais cearenses, ao senhor que trouxe um novo olhar para a categoria. Esse título é uma representação do acolhimento da cidade de Fortaleza a maior autoridade da Enfermagem Brasileira”, finalizou.

Após receber o título de cidadão das mãos do vereador Márcio Cruz, o homenageado da noite, Manoel Carlos Neri da Silva, fez seus agradecimentos. “Quero agradecer a todos os vereadores que aprovaram essa proposta do vereador Márcio Cruz. É uma grande honra para mim receber esse título de cidadão honorário da cidade de Fortaleza. É importante termos o trabalho reconhecido, não o meu, mas de todo um sistema, que conta com os 26 Conselhos Estaduais e com o Conselho federal, que tem 18 conselheiros. Dedico esse título não só a todos os integrantes do Conselho, mas a todos os profissionais, auxiliares, técnicos e enfermeiros que trabalham em todos os estados brasileiros, não só quando as pessoas estão doentes, mas nas ações de prevenção”, detalhou.

Ele fez críticas ao atual processo de formação dos profissionais no país. Na sua visão, a falta de regulação e de qualidade na formação atinge boa parte das instituições do país. “Eu creio que a expansão do ensino superior a partir do ano 2000 não pode ser guiada por aspectos quantitativos, sem observarmos os aspectos da qualidade da formação, principalmente quando se trata de profissionais que cuidam dos brasileiros. A enfermagem é a profissão do cuidado, mas também ela precisa de cuidado, para que tenhamos profissionais com melhor formação. Para que não haja o desemprego e subemprego”, disse.

Ressaltou que vê salários aviltantes, e em alguns lugares. profissionais recebendo um salário-mínimo, o que na sua visão não é justo com quem dedica sua vida estudando e se apoiando uma causa. “Temos hoje uma verdadeira epidemia de profissionais com depressão e doenças ocupacionais e isso vem sendo observado nos três últimos anos”, frisou.

Ele agradeceu a Câmara e parabenizou o vereador Márcio Cruz, que foi autor do projeto de 2015, regulamentando a carga horária de 30 horas semanais dos profissionais de enfermagem no município. “Mas recentemente ele conseguiu incluir num concurso da prefeitura, profissionais com 20 horas semanais”. Disse que o Conselho Regional, na pessoa da presidente Ana Paula, também atuou para que a Prefeitura chamasse cerca de 800 concursados para assumirem cargos no município”.

Manoel Carlos, ao encerrar suas palavras disse que é um admirador do parlamento brasileiro e que é necessário ressaltar a importância desse Poder para a democracia. “É preciso fortalecer o Legislativo. Quero saudar a Câmara que é a verdadeira casa da democracia e agradecer essa bela homenagem que estamos recebendo. Para mim é uma honra ser hoje um cidadão honorário dessa terra que tanto admiro. Esse é mais um motivo de estar mais presente aqui”, concluiu

O presidente da CMFor, vereador Antônio Henrique, observou ao apresentar um projeto de Título de Cidadania, os vereadores o fazem com bastante critério e isso também no sentido de conseguir a aprovação de seus pares, indicando cidadãos com relevantes serviços prestados a Fortaleza e ao país. “Não tenho dúvida que por seu trabalho em prol da profissão à frente do Conselho Federal de Enfermagem, trata-se de uma homenagem das mais justas. Parabéns pelo título,” disse.

PERFIL

Manoel Carlos Neri da Silva, presidente do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), nasceu em Porto Velho, é bacharel em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal de Roraima (UNIR), especialista em Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. Na vida universitária, exerceu o cargo de presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE). Docente da UNIR, de 1997 a 2004, bem como da Faculdade São Lucas, de 1999 a 2006. Atuou como enfermeiro assistencial no Hospital pronto-socorro João Paulo II, no Hospital de Base Ary Pinheiro e na Secretaria Municipal de Saúde. Presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia na gestão 2000/2005.

Foi presidente do Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Porto Velho (2005/20-07). Membro do Conselho Estadual de Saúde de Rondônia, por cinco anos, presidente do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) no período de outubro de 2007 a abril de 2012. Foi assessor de Relações Institucionais do Conselho Federal de Enfermagem. Atualmente atua na Secretaria de Saúde do Estado de Rondônia – SESAU. Manoel Carlos Neri da Silva desempenha papel importante no cenário brasileiro da Enfermagem, como lutador incessante pelas causas da profissão.

Foto: André Lima