A Câmara Municipal de Fortaleza realizou, nesta terça-feira (18), Sessão Solene para a entrega do Título de Cidadão de Fortaleza ao jornalista Moacir Maia. A homenagem foi proposta pelo vereador Dr. Porto (PRTB), através do projeto de Decreto Legislativo 867/2019, aprovado por unanimidade pela Casa Legislativa. A sessão foi presidida pelo vereador Antônio Henrique (PDT), presidente do Legislativo Municipal.

A mesa de honra foi composta pelas seguintes autoridades: Roberto Cláudio, prefeito de Fortaleza; Élcio Batista, secretário-chefe da Casa Civil, representando o governador Camilo Santana; Cel. Luiz Benício, representando a 10ª Região Militar; deputado estadual Queiroz Filho (PDT); vereador Dr. Porto, propositor da homenagem; Carol Bezerra, primeira-dama do município. Também estiveram presentes os vereadores Adail Júnior (PDT), Esio Feitosa (PPL) e Benigno Júnior (PSD)

Em sua saudação ao homenageado e aos presentes, o vereador Dr. Porto, começou lembrando a reportagem que Moacir Maia fez em Limoeiro, onde existia uma ponte que levava do nada a lugar nenhum, que ficou famosa na televisão cearense. Em seguida, passou a ler um trecho do livro Iracema, de José de Alencar, citando o personagem Moacir, filho de Iracema. “Moacir significa filho do sofrimento. Temos aqui uma contradição. Quem conhece o Maia, nascido em Limoeiro, diria aos índios tupis daquela época que aquele Moacir não tem nada a ver com o de hoje. Ele é pura alegria. Onde chega deixa seu abraço, solidariedade, carinho, inteligência e principalmente coração. Moacir apeado com efeito tem a resposta na ponta da língua, coração gentil, mas firmeza nas palavras. Nosso Moacir é alguém de bem com a vida,” disse.

O parlamentar destacou que o homenageado está radicado na Capital há 40 anos e por seus serviços prestados à cidade é merecedor da honraria. “A Câmara presta homenagem ao pai, amigo, que trabalha pelo bem do jornalismo sério, que informa e forma pessoas melhores. É uma alegria homenageá-lo com esse diploma, que é pequeno diante da vastidão de seu currículo. Nesse singelo título estão gravados o afeto e o coração da gente. Esse título traz a gratidão e o respeito pelo cara legal que abraçou a cidade de forma única e fez dela uma grande companheira. Ele é cidadão de Fortaleza, mas é um cidadão do mundo. Grato Moacir e viva Limoeiro que lhe deu a luz,” concluiu.

O prefeito Roberto Cláudio em sua fala disse ter uma convivência fraterna nos últimos anos com o homenageado, na verdade uma relação pessoal de amizade. “Ele tem diversas marcas próprias. Uma delas é o amor a sua terra natal, Limoeiro do Norte, inclusive atribui o sucesso da politica cicloviária de Fortaleza, uma imitação do sucesso obtido na sua cidade de nascimento há 30 anos. Essa é uma marca muito forte respeito as suas raízes. Outra questão marcante é o amor profundo ao jornalismo. Até quando ele liga pra fazer uma queixa de uma matéria injusta, ele dá uma aula. Ele tem uma crença profunda na democracia. Não há espaço democrático sem que haja uma pressão de uma imprensa altiva, transparente, que possa transmitir os bons fatos com equilíbrio. Ele é defensor seja em que trincheira estiver” afirmou.

Segundo o prefeito, por onde passou, Maia foi construindo uma relação de cumplicidade com a cidade, que hoje é abençoada com o título. Citou seu ativismo cultural de Fortaleza e destacou seu apego a família. “É um grande marido, um extraordinário pai, amigo supersolidário. E ao longo dessa relação mais fraterna com ele, passei a admirar um traço, um caráter inabalável, sua integridade, coisa rara de se encontrar nos dias de hoje. Tenho ele como um grande conselheiro, maduro, comprometido e que age por valores muitos sólidos. Um sujeito do bem. A cidade tem o privilegio de tê-lo como filho e eu como conterrâneo. Parabéns!”

Em segunda, o poeta e cantor Tião Simpatia leu um cordel em homenagem a Moacir Maia. Logo depois a filha mais velha de Moacir, a jornalista Janine Maia se pronunciou. “Pensei o que falaria e o que teria a cara do meu pai. Lembrei de um livro que li na adolescência que falava sobre o coringa. Falava de seres de exceção. Pois nas cartas do baralho várias delas se repetem, mas o coringa só tem um. Eles agem de forma única, agem para fazer diferença. Jung cita o herói que inspiram age pelo bem comum. Quando você cresce você perde alguns heróis, mas posso falar por meus irmãos. Esse herói nunca perdemos. Nós temos até hoje parte desse herói, e levamos conosco também o amor à música. As vezes agente esquece que ele não é fortalezense por sua grande dedicação a cidade. Obrigado pai por ser esse herói,” asseverou

Saudação seguinte foi do irmão mais novo de Moacir, Osterne Maia. “Não vou falar do repórter da Globo que ficou famoso na segunda metade da década de 80 com matérias inteligentes que faziam pensar. Não vou falar só do líder sindical que na segunda metade da década de 90, fez uma revolução no sindicato e lhe deu força politica. Do mesmo modo não vou só falar do jornalista que conduziu importantes debates no programa Cena Pública. Não vou igualmente destacar o professor . Nada ensina mais que a vida e o trabalho. Vou falar do irmão de 12 irmãos que traz consigo a solidariedade e a capacidade de ouvir. Esse é o traço de sua vida, o de ajudar o outro”, detalhou.

Segundo Osterne, Moacir como pai, é zeloso com seus seis filhos e atento ao crescimento deles. Mantém com cada filho uma relação especial, cada um com suas peculiaridades. “Ele que nasceu em Limoeiro, onde cativou grandes e preciosas amizades, com seu jeito comunicativo. Quando vejo falar dos projetos para Fortaleza vejo seus olhos brilhando. Cidadão vem de cidade, cidade é urbe é pólis, mesma raiz da palavra politica. Fazer politica é contribuir com o destino a nossa cidade, o nosso povo.

O título só confirma o que você já é. Parabéns!” frisou. Também falou Maria Vitória, filha mais nova de Moacir. Em seguida, o homenageado recebeu das mãos do vereador Dr. Porto o Título de Cidadão. Moacir iniciou seu discurso de agradecimento falando de gratidão. “Como sempre tenho dito, a gratidão é a mãe de todas as virtudes. Primeiro quero agradecer ao Dr. Porto e reconheço seu trabalho como parlamentar. Agradecer os vereadores que subscreveram a proposta e os que aprovaram. A concessão desse Título reverte um sentimento de alegria, por ser acolhido pela cidade que me ajudou a perceber que devemos viver para servir” ressaltou.

Maia falou de sua infância em Limoeiro onde cresceu nas ruas, pescou no Jaguaribe e Banabuiú w aprendeu a jogar na quadra da escola. “Por isso, minha gratidão como limoeirense. Sei que o acolhimento dessa homenagem se estende a tantos outros conterrâneos renomados. Cheguei aqui em 1979 para estudar. 40 anos depois recebo o título de cidadão de Fortaleza, mais um ato de gratidão. Devo ao atual prefeito a oportunidade de compor uma equipe que exercita o esforço coletivo do amor ao próximo, zelo pela coisa publica e o trabalho para tornar a cidade mais justa e solidária”, pontuou.

“Quero concluir e externar outra dívida de gratidão. Esta com a minha família. Seu Osterne e dona Deusa, meus pais não estão mais conosco, mas estão felizes também por esse momento. Grato a meus irmãos e irmãs presentes, aos meus filhos e minha esposa Andréa, que sempre compreendem as minhas ausências. Muito obrigado”, concluiu.

Perfil

Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Ceará, é pós-graduado com MBA em Marketing pela FIA/USP. Com mais de 34 anos de atuação como jornalista, trabalhou em rádio, jornal, assessoria de imprensa e televisão.

É servidor público estadual desde 1986, na TV Ceará, onde apresentou por 22 anos o Programa Cena Pública. Atuou em veículos de comunicação como Rádio Verdes Mares (1983 a 1986), Jornal Diário do Nordeste (2003 a 2007), onde escreveu coluna de Economia. TV Ceará (de 1986 até o presente) e TV Verdes Mares (1986 a 2007), onde trabalhou por mais de 20 anos, tendo atuado como apresentador e repórter do Núcleo da Rede Globo.

Moacir Maia foi Presidente do Sindicato dos Jornalistas do Ceará, no período de 1995 a 1998. Foi diretor da Federação Nacional dos Jornalistas em duas gestões. Professor licenciado do Curso de Jornalismo do Centro Universitário Estácio FIC. Presidente do Fórum Nacional de Comunicação e Justiça, entidade que congrega os Assessores de Comunicação do Judiciário, Ministério Público e Defensorias de todo o Pais.

Foi Coordenador de Comunicação Social do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará, de 2007 a 2011. Assessor de Comunicação da Presidência da Assembleia Legislativa do Ceará, de 2011 a 2012. De janeiro de 2013 até a presente data, atua como Coordenador de Comunicação Social da Prefeitura de Fortaleza, na gestão do prefeito Roberto Cláudio.

Fotos: André Lima