No tempo do Pequeno Expediente, o vereador Acrísio Sena (PT) evidenciou seu apoio aos secretários estaduais e dirigentes de cultura que divulgaram, na última segunda-feira (3), carta aberta em defesa da permanência do Ministério da Cultura.

Ao citar trechos da nota, Acrísio Sena destacou as consequências negativas que a extinção causará em diversas instituições, como a Agência Nacional do Cinema (Ancine); Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB). “A extinção trata-se de um rebaixamento de toda pauta e acúmulo cultural dos últimos anos… O fim do Ministério da Cultura além de fragilizar, desestruturará as instituições culturais”, afirmou.

Em defesa da permanência do Ministério, o vereador ainda ressaltou a relevância da cultura para a sociedade brasileira, para as diferentes expressões culturais no país impulsionadas pelos gestores e produtores artísticos.

Foto: Érika Fonseca.